ENTERRO

Após enterro de tio e sobrinho mortos em Itamaracá, parente expressa dor da família: ''É angustiante''

O caso continua em investigação da Polícia Civil. Tio e sobrinho estavam em um viveiro de camarão quando foram assassinados em Itamaracá

Após enterro de tio e sobrinho mortos em Itamaracá, parente expressa dor da família: ''É angustiante''

Familiares e amigos deram o último adeus a tio e sobrinho mortos em Itamaracá - Foto: Alex Oliveira/JC Imagem

Dor e comoção: Essas são as palavras que podem definir o enterro, nesta quarta-feira (11), de tio e sobrinho que foram mortos na Ilha de Itamaracá, no Litoral Norte de Pernambuco. De acordo com a polícia, as vítimas estavam trabalhando próximo a um viveiro de camarão quando foram assassinados. A tia da das vítimas expressou o sentimento da família pela perda dos parentes. 

''É angustiante. Estou sofrendo muito de terem tirado a vida de duas pessoas inocentes.dois trabalhadores, que estavam no viveiro ajudando o pai e o avô. Torturaram eles, encheram de hematomas. Matou um de tiro e o outro afogado. Isso dói. Ainda saíram arrastando eles como se fossem animais. Eu quero justiça'', afirmou Edinilza Maria dos Santos.

Investigação

A polícia ainda não sabe a motivação nem a autoria do crime. De acordo com o delegado Aldir Almeida, foi ao local do crime, na condução da investigação. O Bope também foi ao local do crime e recolheu três armas de fogo, sendo dois revólver calibre 38, uma espingarda calibre 12, além de uma certa quantidade de crack.

Nota da Polícia Militar na íntegra

A Polícia Militar informa que na noite de ontem (9), policiais militares do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), em operação de repressão ao crime organizado, com atuação no tráfico de drogas e homicídios, entrou em confronto com uma quadrilha na comunidade do Chié. Esse grupo estava sendo monitorado pela inteligência das polícias, que detinham a informação de uma entrega de carga de entorpecentes no local. Ao chegarem ao endereço, os policiais foram recebidos com disparos de arma de fogo. O efetivo policial, no cumprimento da missão de levar segurança à população e em proteção à vida dos servidores, entrou em confronto com os suspeitos. Dois deles foram baleados e socorridos, pelos policiais, para o Hospital de Itamaracá, mas não resistiram apesar dos cuidados médicos recebidos.

Na operação, houve grande apreensão de armas, munições e drogas: um revólver calibre .38, com cinco munições do mesmo calibre (sendo duas deflagradas e três intactas); um revólver calibre .32, com seis munições do mesmo calibre (três deflagradas e três intactas) e uma espingarda calibre .12, com duas munições do mesmo calibre. No local também foram recolhidos 250g de crack e duas balaclavas. A Força Tarefa de Homicídios foi acionada para o local da ocorrência, onde realizou diligência preliminares a cerca do caso. A 8a Delegacia de Polícia de Homicídios, da Divisão de Homicídios Metropolitana Norte, conduzirá as investigações.

A Polícia Militar reforça que busca sempre, em todas as ocasiões, preservar a vida. Em primeiro lugar, a vida da população; em segundo, na escala de prioridade, a dos policiais em serviço e, por fim, a dos próprios suspeitos de crimes. A PMPE continuará sua atuação sem transigir com o crime organizado e com grupos que afrontam as instituições e levam medo às comunidades de Pernambuco.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.