ELEIçõES 2020

Debate com João Campos e Marília Arraes na TV Jornal é sucesso em audiência digital

O debate teve cobertura completa de todos os veículos do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação

Debate com João Campos e Marília Arraes na TV Jornal é sucesso em audiência digital

Debate promovido pela TV Jornal com os candidatos à Prefeitura do Recife - Foto: Yacy Ribeiro/ JC Imagem

Com cobertura completa de todos os veículos do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, o debate realizado pela TV Jornal, nesta terça-feira (24), serviu para a população conhecer melhor os projetos dos candidatos à Prefeitura do Recife, João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT). Além da televisão aberta, os eleitores puderam acompanhar o confronto de ideias através das plataformas digitais. A confiança do público no conteúdo produzido pela TV Jornal, Rádio Jornal, Jornal do Commercio e NE10 aponta uma relação recíproca e que resulta em bons índices de audiência. O segundo turno das eleições está marcado para o dia 29 de novembro.

Nenhuma descrição disponível.

"Além de estarmos presentes em vários canais do Youtube e também em várias fanpages do Facebook, e no Twitter, fomos reproduzidos na homepage do UOL do SBT. Com isso, superamos os 13 mil espectadores simultâneos, com milhares de interações. E os números continuam crescendo. Esse grande serviço que a TV Jornal prestou aos recifenses está disponível para ser visto a qualquer momento", comentou a diretora de Estratégias Digitais do SJCC, Maria Luiza Borges. 

Nenhuma descrição disponível.

A diretora de jornalismo da Rádio e TV Jornal, Mônica Carvalho, avaliou que o debate cumpriu o dever com a democracia. "É o principal meio pelo qual as pessoas se informam. É pela TV aberta que a população tem informação de qualidade e de graça. Portanto, cumprimos nosso papel enquanto concessão pública, cujo dever é estar a serviço da sociedade, oferecendo informação de qualidade e a oportunidade de conhecer quais as propostas daqueles que pretendem governar a cidade pelos próximos quatro anos", afirmou.

>>João Campos sobre debate na TV Jornal: ''Apresentei as fragilidades da candidatura adversária''

>>Marília Arraes avalia participação em debate na TV Jornal: ''escrever um novo capítulo na história''

Além disso, a diretora de jornalismo acredita que os números de audiência refletem a vontade do eleitor em conhecer as propostas dos candidatos. "Tanto no debate do primeiro turno, quando fomos a única TV a realizar debate, quanto agora, tivemos recordes de audiência, isso não só na TV aberta quanto no digital. Isso mostra que há um interesse sim, do eleitor, em conhecer o as propostas desses candidatos e o que eles têm a oferecer à cidade", contou Mônica Carvalho.

Nenhuma descrição disponível.

O debate entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) na TV Jornal teve repercussão em todo Brasil, através da divulgação na página inicial do portal UOL, parceiro do SJCC, e também das redes sociais do SBT. “Fizemos desde o primeiro turno, fomos a única emissora a realizar um debate em rede aberta de TV. Além de realizarmos sabatinas com todos os candidatos da Região Metropolitana. É um ciclo que se fecha, cumprimos nosso compromisso com o eleitor. Seguimos a cobertura até domingo. Acredito que demos uma contribuição importante para que os recifenses tomem sua decisão”, afirmou o diretor de Redação do Jornal do Commercio, Laurindo Ferreira.

Nenhuma descrição disponível.

O que leva eleição para 2º turno?

A corrida eleitoral, entretanto, ainda pode ser estendida nas cidades com mais de 200 mil habitantes, pois nelas há a possibilidade de 2º turno para o cargo de prefeito. Nestes municípios maiores, a Constituição Federal consagra o princípio de que, para assumir o comando do Executivo local, o candidato precisa obter maioria absoluta (50% mais um) dos votos válidos. Votos brancos e nulos não entram na conta. Essa é uma maneira de conferir maior legitimidade popular ao eleito.

>>Confira os resultados das eleições em várias cidades de Pernambuco

Se nenhum candidato alcançar essa maioria absoluta no primeiro turno nas cidades com mais 200 mil habitantes, é adotado o mesmo procedimento das eleições para presidente e governador: a realização, em até 20 dias, de um segundo turno, no qual se enfrentam somente os dois candidatos mais votados no primeiro turno

Eleições pela internet?

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que o TSE estuda criar uma votação online para as próximas eleições. Segundo o presidente do TSE, os estudos de um novo modelo de votação serão comandados pelos ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes.

"A proposta para as eleições do futuro é para que empresas de tecnologia apresentem modelos de votação digital que possam, no futuro, substituir as urnas, que funcionam muito bem e são confiáveis, porém elas têm um custo elevado, uma necessidade de reposição constante. A cada dois anos nós precisamos repor cerca de 20% das urnas. Com o aumento do dólar, isso significa, eu diria, aproximadamente R$ 1 bilhão de reais. E, portanto, para minimizar esse custo, nós estamos tentando um modelo alternativo, de preferência de voto pelo dispositivo pessoal", explicou Barroso.

Aglomerações durante apuração e pós-resultado

A Procuradoria Geral de Justiça de Pernambuco (PGJ-PE), através do procurador-geral de Justiça de Pernambuco, Francisco Dirceu Barros, orientou todos os promotores eleitorais estaduais a necessidade de interposição de pedido de providências contra todos os candidatos para que se abstenham de participar ou incentivar comemorações que gerem aglomerações. A PGJ-PE orienta promotores eleitorais de todo o estado para que não incentivem nem promovam comemorações e aglomerações.

Desafio pós-pandemia

o empresário João Carlos Paes Mendonça foi entrevistado na Rádio Jornal e falou suas visões para a capital pernambucana, diante das dificuldades causadas pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), além dos desafios para a próxima gestão municipal, após as eleições 2020.

“O Bolsa Família, o auxílio emergencial, são importantes, mas devem ser de passagem. O importante é gerar emprego, é investir em educação. Sem educação, não há desenvolvimento”, afirmou o empresário.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.