BLACK FRIDAY

Guia de sobrevivência para evitar fraudes nas promoções da Black Friday

A Black Friday 2020 acontece oficialmente nesta sexta-feira (27), em todo o Brasil

Guia de sobrevivência para evitar fraudes nas promoções da Black Friday

Black Friday pode se transformar em ''Black Fraude'' - Foto: Reprodução/TV Jornal Interior

Com informações do Econoweek, do UOL

A Black Friday, marcada para esta sexta-feira (27), em todo o Brasil, é organizada pelo varejo para ser um dia inteiro de descontos. Apesar da pandemia do novo coronavírus também ter afetado o setor, os comerciantes estão com boa expectativa para as vendas. No entanto, é preciso ficar atento para não transformar a Black Friday em 'Black Fraude'. De acordo com a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, você pode evitar os falsos preços da Black Friday e conseguir identificar os verdadeiros descontos no site Proteste para fazer compra(s) em sites seguros.

Segurança

O primeiro passo é ter informações sobre a reputação da loja que pretende comprar os produtos. Em caso e-mails e sites suspeitos, é recomendado entrar diretamente no site da loja e não através de links duvidosos. Ao entrar no site, você deve procurar informações básicas sobre o fornecedor, como nome da empresa, CNPJ/CPF, endereços físicos e eletrônicos e telefone, além de informações para contato e localização.

>>Confira o horário de funcionamento dos shoppings na Black Friday 2020

Outro ponto importante é guardar registros da compra, como e-mails de confirmação, códigos de localização e comprovamento de que adquiriu o produto. Em 2013, a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (câmara-e.net) criou um Código de Ética para a Black Friday, com o objetivo de evitar fraudes. O site blackfriday.com.br apresenta as normas de conduta e boas práticas nas promoções da Black Friday e um selo identifica as empresas que seguem as regras. 

Em relação a senhas e dados pessoais, é importante saber que grandes instituições não solicitam por telefone e e-mail, caminho em que os golpistas costumam roubar essas informações. Tenha certeza de que está repassando os registros em sites confiáveis na Black Friday.

Onde comprar?

Nem todos os descontos muito grandes indica que são verdadeiros. Durante a Black Friday, ainda mais, é preciso evitar sites desconhecidos. As páginas Black Friday Legal e Black Friday de Verdade indicam lojas confiáveis e com descontos reais, que não aumentam o preço antes da Black Friday e oferecem um desconto falso, sendo que todas as lojas participantes podem ter um selo dessas iniciativas nos sites.

Pressa é inimiga da perfeição

Além de desconfiar de produtos com ofertas muito baixas e poucas unidades do produto, confira o comprovante do produto. Uma da opções e checar na página da loja, para não pagar e não receber. Em sites que começam com "https" e possuem um ícone de cadeado, a comunicação é criptografada. Ou seja, o site deve ser confiável, mas não é garantia de 100% de proteção na Black Friday.

Não se empolgue com os preços e nem confie em mensagens como "sua conta será encerrada" e "seu nome será negativado". O indicado é manter a calma e procurar informações em fontes confiáveis. Os fraudadores sabem como criar esse tipo de golpe, em especial na Black Friday. 

Faça uma lista e procure o Código do Consumidor

Faça uma lista do que quer comprar e não seja impulsivo. Você pode anotar os preço normais dos itens que deseja comprar na Black Friday e evita comprar coisas desnecessárias. O Código de Defesa do Consumidor deve proteger o cidadão que faz compras pela internet. Caso seja vítima de propaganda enganosa, não entrega do produto ou outro problema, é possível reclamar nas unidades do Procon em Pernambuco ou entrar em contato pelo número 0800-282-1512-1.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.