CASO DE POLíCIA

Feminicídio: Sargento da Polícia Militar é preso após matar companheira no Recife, diz Polícia Civil

O sargento da Polícia Militar foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)

Feminicídio: Sargento da Polícia Militar é preso após matar companheira no Recife, diz Polícia Civil

Sargento da PM foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) - Foto: Day Santos/TV Jornal

A Polícia Civil informou que um sargento da Polícia Militar foi preso em flagrante por crime de feminicídio ao matar a companheira com dois tiros de arma de fogo. O caso aconteceu nesta sexta-feira (25), no Alto do Mandu, na Zona Norte do Recife, e a mulher morreu na hora. O policial militar foi conduzido para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde a polícia vai tomar as medidas cabíveis sobre o caso que afirma ser de feminicídio.

A arma utilizada pelo sargento da Polícia Militar foi recolhida e nela estavam quatro munições e duas munições deflagradas (usadas). O suspeito será encaminhado para audiência de custódia. 

Nota da Polícia Civil na íntegra

A Polícia civil prendeu em flagrante delito, na manhã do dia (25), no plantão do DHPP, pelo crime de feminicídio, um policial militar de 53 anos de idade. A vítima,  esposa do autor, de 45 anos de idade, foi alvejada por disparos de arma de fogo, vindo a óbito no interior da residência. Ele será apresentado à audiência de custódia.

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal.

#UmaPorUma

A violência contra a mulher é constante e frequentemente acaba em tragédia. Existe uma história para contar por trás de cada feminicídio, em Pernambuco. O especial Uma por uma contou todas. Em 2018, o projeto mapeou  onde as mataram, as motivações do crime, acompanharam a investigação e cobraram a punição dos culpados. Um banco de dados virtual, com os perfis de vítimas e agressores, além dos trágicos relatos que extrapolam a fotografia da cena do crime. Confira o especial Uma por Uma, sobre feminicídio.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.