ECONOMIA

Prorrogação do auxílio emergencial: Ministro da Economia, Paulo Guedes, fala sobre possibilidade

O ministro da Economia e o presidente Jair Bolsonaro participaram de conferência. Paulo Guedes falou sobre possibilidade de prorrogar o auxílio emergencial

Prorrogação do auxílio emergencial: Ministro da Economia, Paulo Guedes, fala sobre possibilidade

"Quer criar auxílio emergencial de novo? Tem que ter muito cuidado", diz Guedes - Foto: Bruno Campos/ JC Imagem

Com informações do SBT

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) reafirmou o compromisso do governo com o teto de gastos e as reformas administrativa e tributária, nessa terça-feira (26).

 

 

>> Projeto pede prorrogação do auxílio emergencial, com valor de R$ 600

>> Auxílio emergencial: calendário ganha dia 'extra' de pagamento para grupo de beneficiários

>> Prorrogação do Auxílio emergencial: Congresso pode ser convocado em sessão extraordinária

>> Projetos criam novo programa de renda e querem prorrogar auxílio emergencial

>> Projeto pode possibilitar prorrogação do auxílio emergencial

>> Fim do estado de calamidade acaba com auxílio emergencial; veja outras mudanças

 

Medidas temporárias

Em uma conferência virtual promovida por uma instituição financeira, Bolsonaro disse ainda que o governo não vai permitir que medidas temporárias no enfrentamento à pandemia se tornem permanentes.

"No âmbito fiscal, manteremos firme o compromisso com a regra do teto de despesas, como âncora de sustentabilidade e de credibilidade econômica. Não vamos deixar que medidas temporárias relacionadas com a crise se tornem compromissos permanentes de despesas", declarou. "Também vamos avançar na tramitação das reformas fiscal, tributária e administrativa, em parceria com o Congresso Nacional e a sociedade brasileira."

 

>> Auxílio emergencial: começa o calendário de 2021

>> Auxílio emergencial se aproxima do fim e Governo discute prorrogação

>> Auxílio Emergencial: especialista tira dúvidas e esclarece sobre o benefício

>> Auxílio emergencial: líder do Governo passa responsabilidade para prefeitos

 

OCDE

O presidente defendeu a aceleração do calendário de privatizações neste ano e disse que a adesão à OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) é uma prioridade para o país. 

 

>> Auxílio emergencial: confira o calendário para 2021

>> Confira projetos para a prorrogação do auxílio emergencial

>> "Auxílio emergencial deve ajudar economia até meados de fevereiro", diz Guedes

>> Ministro da Economia fala sobre fim do auxílio emergencial

>> Após auxílio emergencial, Bolsa Família pode atender mais pessoas

>> O auxílio emergencial será prorrogado? Veja o que diz o Governo

 

Recuperação econômica

O presidente Bolsonaro disse ainda que a economia do país tem se recuperado rapidamente. "No terceiro trimestre de 2020, o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro cresceu 7,7%, em relação ao período de auge da pandemia, no início do ano passado. Estamos no caminho, para 2021, de um crescimento econômico projetado em 3,5%", disse.

 

>> Auxílio emergencial: Governo fala sobre possibilidade de mais pagamentos

>> Projeto prevê auxílio permanente de R$ 1.200 para mães chefes de família

>> Bolsa Família: Proposta prevê reajustes e pagamento de abono natalino

>> Senado: Após auxílio emergencial, criação de programa permanente é 'bastante provável'

 

Auxílio emergencial

Na mesma conferência, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que, caso a pandemia se agrave no país, o governo saberá agir "com o mesmo tom decisivo" que no ano passado, mas que é preciso muito cuidado para discutir um eventual retorno do auxílio emergencial. 

"Você não pode ficar gritando guerra toda hora. Temos que ter muito cuidado. Quer criar auxílio emergencial de novo? Tem que ter muito cuidado. Pensa bastante, se fizer isso, não pode ter aumento automático de verbas para educação, para a segurança pública, porque a prioridade passou a ser absoluta", disse. 

Guedes disse esperar que a vacinação garanta a redução dos casos. "Se apertar o botão, ali, vai ter que travar o resto todo. Vamos aguardar, e esperar pelo melhor. Que realmente com a vacinação em massa as mortes estejam começando a descer", afirmou.

>> Auxílio emergencial está acabando e governo discute nova prorrogação

>> Prorrogar auxílios pode contrair economia, diz presidente do Banco Central

>> Auxílio emergencial: veja quem recebe 9 parcelas e quantas você vai receber

>> Saiba qual é o seu prazo de saque do auxílio emergencial

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.