POLÍTICA

Rodrigo Maia diz que não dará andamento a pedidos de impeachment de Bolsonaro


A possibilidade de abertura de impeachment surgiu nesta segunda-feira (1º)

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 01/02/2021 às 15:27
Agência Brasil
FOTO: Agência Brasil
Leitura:

De saída da presidência da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) revelou que não dará andamento a nenhum dos pedidos de impeachment apresentados contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Maia vinha sendo pressionado a dar abertura ao processo contra Bolsonaro. A informação é do repórter Romoaldo de Souza, da Rádio Jornal, diretamente de Brasília.

A possibilidade de abertura do processo surgiu nesta segunda-feira (1º), após o presidente do DEM, ACM Neto, comunicar a Rodrigo Maia que a legenda desembarcará da candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) à sucessão do democrata.

Eleição

A eleição para presidente da Câmara dos Deputados acontece nesta segunda-feira (1º). Baleia Rossi disputa o cargo com deputado Arthur Lira (Podemos), que recebeu apoio do presidente Jair Bolsonaro.

A reação de Maia foi presenciada por líderes e presidentes de partidos durante uma reunião tensa na casa do deputado. No encontro, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, teria informado a Maia e aos demais que 16 deputados do DEM decidiram votar em Arthur Lira (PP-AL), candidato de Bolsonaro à presidência da Câmara. Com isso, restaria apenas 15 deputados democratas para votar em Baleia, que por sua vez tem o apoio expresso de Maia.

Mais Lidas