COVID-19

Com 1.021 mortes registradas por covid-19 em 24h, São Paulo fica à frente dos EUA

Número é maior que o total de óbitos em todo o país norte-americano

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 23/03/2021 às 21:22
Reprodução do Twitter/ Governo de São Paulo
FOTO: Reprodução do Twitter/ Governo de São Paulo
Leitura:

São Paulo bateu um novo recorde e levou as mortes causadas pelo coronavírus para um novo patamar. Em 24 horas, entre segunda e terça-feira (23), foram confirmadas 1.021 mortes em função da Covid-19 no estado. O número é o maior desde o começo da pandemia, e pela primeira vez um único estado supera mil mortes em único dia. O recorde anterior foi registrado na semana passada: 679 mortes.

Nas últimas 24 horas, também foram contabilizados 20.942 novos casos. O número é muito próximo do recorde registrado em novembro do ano passado, quando foram confirmados mais de 21,5 mil casos em um único dia.

 

São Paulo vive o momento mais crítico da pandemia. Nessa terça-feira, mais de 12 mil pessoas estavam em estado grave, internadas em UTIs. O índice médio de ocupação de leitos de terapia intensiva chega a quase 92% em todo o estado. Desde o começo da pandemia, o total de óbitos em São Paulo chegou a 68.623 pessoas.

COMPARATIVO

Se São Paulo fosse um país, seria o segundo com maior número de mortes diárias do mundo, atrás apenas do Brasil e à frente dos Estados Unidos, que vem registrando em média 600 mortes por dia.

Diferente do padrão que vinha sendo adotado pela Secretaria de Saúde do Estado desde o começo da pandemia, dessa vez o balanço foi divulgado pela manhã, e não no final da tarde.

Mais Lidas