Vacinação contra covid-19

Por problemas no Conecta Recife, idosos arriscam a sorte e vão a centro de vacinação sem agendar para tentar se vacinar contra covid

Recife liberou agendamento para pessoas com idades entre 64 e 68 anos de idade pela plataforma Conecta Recife

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 23/03/2021 às 9:11
Bruno Campos/JC Imagem
FOTO: Bruno Campos/JC Imagem
Leitura:

Moradores do Recife com idades entre 64 e 68 anos de idade começam a receber a vacina contra a covid-19 nesta terça-feira (23). Mas muita gente enfrenta dificuldades para fazer o cadastro e agendamento na plataforma online Conecta Recife, que organiza o processo de imunização na capital pernambucana.

O prazo de agendamento para este público começou na segunda-feira (22), às 19h. Ao longo de toda a noite, a reportagem ouviu vários relatos de pessoas que tentaram realizar o agendamento, mas não conseguiram ou tiveram muita dificuldade devido a instabilidades na plataforma.

A dificuldade para registrar o horário, data e local para recebimento do imunizante fez muita gente ir, na manhã desta terça-feira, até o Ginásio de Esportes Geraldão, na Imbiribeira, Zona Sul do Recife, para arriscar uma ficha e tentar receber a vacina.

“Tentei até quase 1h da manhã para fazer o agendamento e dava que meu CPF já estava em uso. Inclusive, trouxe até o papel do sistema para mostrar a realidade. Quando deu 19h, corri logo para agendar e não consegui”, disse o contador Ubirajara Clementino, de 64 anos, que pegou uma ficha de número 87.

Dona Rita Mendes, 65 anos, também não conseguiu fazer o agendamento e foi até o Geraldão arriscar. “Tentei [fazer o agendamento], mas como não tenho muita habilidade com computador, meus vizinhos também não querem nem chegar perto da gente, ai eu decidi tentar”, contou segurando uma ficha de número 68.

Vacinação no Recife

Desde o início da vacinação, o Recife estabeleceu que os pacientes devem se cadastrar e agendar a data para recebimento do imunizante. A plataforma Conecta Recife solicita dados básicos como documento de identificação e comprovante de residência para reservar o horário e local para a vacinação.

Até o momento, o Recife tem 16 pontos de vacinação. As salas de vacinação ficam na:

  • Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Dois Irmãos;
  • Parque de Exposição de Animais, no Cordeiro;
  • Upinha Dr. Hélio Mendonça, no Córrego do Jenipapo;
  • Unidade de Cuidados Integrais (UCIS) Guilherme Abath, no Hipódromo;
  • Compaz Ariano Suassuna, no Cordeiro;
  • Ginásio Geraldão, na Imbiribeira;
  • e Centro de Saúde Sebastião Ivo Rabelo, no Ibura.

Há ainda pontos de drive-thru, onde os pacientes não precisam descer do carro para receber o imunizante. Estes pontos ficam no:

  • Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), na Tamarineira;
  • Parque de Exposição de Animais, no Cordeiro;
  • Fórum Ministro Artur Marinho - Justiça Federal de Pernambuco (Avenida Recife), no Jiquiá;
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), em Dois Irmãos;
  • Juizados Especiais do Recife, na Imbiribeira;
  • Parque da Macaxeira, na Macaxeira;
  • Geraldão, na Imbiribeira;
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Cidade Universitária;
  • e Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Bairro do Recife.

Nota

A prefeitura do Recife disse que a instabilidade no sistema se deve à alta demanda de pessoas tentando fazer o agendamento. "A Prefeitura do Recife informa que é natural, ao passo que o plano de vacinação na cidade avança, que o número de pessoas buscando o cadastro e o agendamento seja cada vez maior, gerando, assim, sobrecarga do sistema. A equipe da Secretaria de Transformação Digital, responsável pelo processo dentro do Recife Vacina, está atenta e a instabilidade já foi corrigida", disse a prefeitura em nota.

Mais Lidas