OPORTUNIDADE

Abertas 766 vagas para concurso público em Pernambuco com salários de até R$ 15 mil

Inscrições são para concurso público da prefeitura municipal de Verdejante, no Sertão do Estado.

Abertas 766 vagas para concurso público em Pernambuco com salários de até R$ 15 mil

Os interessados nas inscrições devem acessar o site do Idib até as 23h59 do dia 10 de maio de 2021 - Foto: Pixabay

Com informações do JC Online

Estão abertas as inscrições para o concurso público da prefeitura municipal de Verdejante, no Sertão pernambucano. Ao todo, são disponibilizadas 126 vagas de contratação imediata e 640 de cadastro reserva, com salários que vão de R$ 1.100 (auxiliar de serviços gerais e merendeiro) até R$ 15 mil (médico).

>>>Pandemia agrava crise e ruas são tomadas por apelos por comida e emprego; veja como ajudar

As formações acadêmicas dos cargos vão do nível fundamental ao superior, com vagas para merendeiro, motorista, agente comunitário de saúde, agente administrativo, agente de arrecadação, agente de endemias, agente de vigilância sanitária, assistente social, auxiliar de consultório dentário, auxiliar de professor, bioquímico, enfermeiro, engenheiro elétrico, farmacêutico, fisioterapeuta, nutricionista, professor, odontólogo, fisioterapeuta, psicólogo, psicopedagogo, técnico agrícola, técnico controle interno e veterinário.

Os interessados nas inscrições devem acessar o site do Idib até as 23h59 do dia 10 de maio de 2021. A taxa - cujo valor varia de R$ 70 a R$ 100, dependendo do cargo pleiteado - deverá ser paga até 24 horas após a emissão do boleto no ato da inscrição. A prova objetiva será realizada em 4 de julho.

Edital

O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois. O edital pode ser acessado neste link.

Desemprego em Pernambuco

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de março a dezembro do ano passado, foram fechadas 374 mil vagas de trabalho, no Estado. Em 2020, o número de pernambucanos sem emprego chegou a 640 mil. Sem ter renda, alguns não conseguiram sustentar a casa e foram morar nas ruas.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.