investigação

Caso Henry: Câmara do Rio de Janeiro corta salário de Dr. Jairinho e anuncia suspensão do mandato

O político foi preso pela Polícia Civil e está sob investigação da morte do menino Henry Borel, de quatro anos

Com informações do Estadão Conteúdo
Com informações do Estadão Conteúdo
Publicado em 08/04/2021 às 18:50
Tânia Rêgo/Agência Brasil
FOTO: Tânia Rêgo/Agência Brasil
Leitura:

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro anunciou, através de nota oficial, que o vereador Dr Jairinho (afastado do Solidariedade), teve o salário suspenso e ficará formalmente afastado do mandato a partir do trigésimo primeiro dia de afastamento, segundo o Regimento Interno da Câmara dos Vereadores. O político foi preso nesta quinta-feira (08) pela Polícia Civil, em inquérito que investiga a morte do menino Henry Borel, de quatro anos. A mãe do garoto, Monique Medeiros, também foi presa. Os dois são acusados de tentar atrapalhar as investigações e influenciar testemunhas.

Não existe agressão", diz advogado

O advogado de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, e do médico e vereador Dr. Jairinho (afastado do Solidariedade) afirmou que o casal não cometeu agressão contra a criança de 4 anos, que morreu no último dia 08 de março. A declaração foi dada na saída da Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca (16ªDP), no Rio de Janeiro, onde o casal prestou depoimento nesta quinta-feira (8).

De acordo com as investigações da Polícia Civil, o padrasto Dr. Jairinho e a mãe de Henry moravam com o menino em um apartamento onde a criança teria sofrido fortes agressões. Henry tinha passado o fim de semana com o pai, o engenheiro Leniel Borel, que o deixou em casa na noite de domingo (dia 7 de março).

Nota do Solidariedade

A Solidariedade, partido ao qual Dr. Jairinho é filiado, informou que antes da prisão o vereador carioca já estava licenciado e afastado das atividades partidárias. Além disso, disse em nota oficial (confira abaixo) que a executiva nacional encaminhou ao Conselho de Ética do partido um pedido de "expulsão sumária" do acusado.

> Caso Henry: Mãe de Henry foi a salão de beleza, após enterro do filho

> Entenda como padrasto Dr. Jairinho foi de testemunha a acusado pela morte; mãe também é suspeita

"Foi encaminhado ao Conselho de Ética um pedido de expulsão sumária do vereador Dr. Jairinho solicitado pela Comissão Executiva Nacional do Solidariedade. O vereador já estava afastado e licenciado do partido antes do anúncio de sua prisão realizada hoje. Enquanto um partido que luta por um futuro melhor para os brasileiros, manifestamos nosso repúdio a todo e qualquer tipo de maus tratos e violência, principalmente contra crianças e adolescentes."

Mais Lidas