'CPF CANCELADO'

Vídeo: Bolsonaro xinga jornalista de 'idiota' durante visita à Bahia

Repórter havia questionado Jair Bolsonaro sobre foto segurando placa com a frase "CPF cancelado"


Vídeo: Bolsonaro xinga jornalista de 'idiota' durante visita à Bahia

Presidente da República, Jair Bolsonaro - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou uma repórter de "idiota", nesta segunda-feira (23), durante visita à Bahia. A repórter havia questionado Bolsonaro sobre uma foto divulgada pelo próprio Palácio do Planalto. Na foto, Bolsonaro aparece com um cartaz que simula um cartão de CPF com a palavra "cancelado", o que normalmente acontece quando uma pessoa morre.

>>>Bolsonaro posa com placa de "CPF cancelado" e é criticado na web

A jornalista que recebeu o ataque do presidente foi Driele Veiga, da TV Aratu. Na ocasião, Bolsonaro foi a Feira de Santana para inaugurar um trecho de 22 km de uma rodovia. Durante a visita, causou aglomeração, circulou sem máscara – o que é proibido – e andou de carro com a porta aberta – o que também é proibido.

A jornalista questionou Bolsonaro sobre as críticas que ele recebeu pela foto do CPF cancelado em um momento em que as mortes pelo novo coronavírus no Brasil se aproximam de 400 mil. O presidente, então, respondeu: "Você não tem o que perguntar não? Deixa de ser idiota, menina!", disse Bolsonaro.

Veja no vídeo

"CPF cancelado"

Na manhã desse domingo (25), no Twitter, o fato de Bolsonaro estar em alta tem a ver com a entrevista dada pelo mandatário ao apresentador do "Alerta Nacional", Sikêra Júnior, da Rede TV!, na última sexta-feira (23). A entrevista com Bolsonaro foi gravada em Manaus (AM), onde o presidente aproveitou para protagonizar brincadeiras com uma pessoa vestida com cabeça de burro e fazer piadas homofóbicas.

Bolsanaro nos bastidores da gravação da entrevista ao programa de Sikêra Jr
Bolsanaro nos bastidores da gravação da entrevista ao programa de Sikêra Jr
Reprodução / Twitter

Depois  da entrevista, nos bastidores, rodeado por parte de seus ministros, o presidente posou para uma foto com uma placa escrita "CPF Cancelado". A gíria "CPF Cancelado" é também usada em contexto de policiais e grupos de extermínio,  em alusão a alguém que foi assassinado por outro membro ou facção.

>>>Jair Bolsonaro responsabiliza prefeitos e governadores por desemprego no Brasil

Repercussão

No twitter, a foto do presidente repercutiu bastante, em grande parte com críticas associadas a pandemia de covid-19. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.