SAúDE

ECMO: conheça o tratamento feito em Paulo Gustavo e entenda qual o papel na covid-19

A ECMO (Membrana de Oxigenação Extra Corpórea) ganhou destaque após ser usada para tratar o ator Paulo Gustavo

ECMO: conheça o tratamento feito em Paulo Gustavo e entenda qual o papel na covid-19

ECMO: tratamento já foi usado em pacientes durante epidemias como a de H1N1, por exemplo - Foto: Divulgação/Imip e Reprodução Globo/João Cotta

Internado por causa de complicações em decorrência da covid-19, o ator e humorista Paulo Gustavo segue na luta pela vida. De acordo com o boletim médico mais recente, o estado de saúde é considerado ''instável e de extrema gravidade''. Em entrevista à TV Jornal, nesta segunda-feira (03), a médica Verônica Monteiro explicou como funciona o tratamento com Oxigenação por Membrana Extra Corpórea (ECMO), que está sendo feito com o artista.

''O ECMO não é um respirador. Funciona como um pulmão artificial, que retira do corpo o sangue que está pobre em oxigênio, passa por uma bomba centrífuga, que é responsável por impulsionar esse sangue, e depois passa por uma membrana onde recebe o oxigênio, tira o gás carbônico e o sangue é devolvido para o paciente oxigenado'', explicou.

Qual o papel do ECMO na covid-19?

Em casos mais graves e que exigem a necessidade maior de recursos tecnológicos para superar a famosa “tempestade inflamatória” da covid-19, o ECMO pode ser um dos tratamentos utilizados em estágios mais críticos da doença.

> Paulo Gustavo ‘acordou e interagiu bem’ com médicos e marido antes de piora no estado de saúde

''O objetivo do ECMO é suportar uma função do pulmão. Ele não trata a covid-19. Não é um procedimento para curar. A ECMO faz a função do pulmão fora do corpo [...] Você fazer um tratamento cirúrgico em cima de um pulmão que já deve ter um acometimento bem importante'', completou a médica Verônica Monteiro.

ECMO

Chamou atenção o fato de Paulo Gustavo estar sendo tratado com os melhores recursos tecnológicos disponíveis atualmente. Entre eles, o ECMO, que funciona como um pulmão artificial para quadros extremamente graves. O tratamento pode custar até R$ 30 mil por dia.

No último final de semana, a equipe médica confirmou que o estado de saúde de Paulo Gustavo é crítico. O esposo do ator escreveu nas redes sociais que a situação “é difícil”. Vários artistas como Tatá Werneck, Ingrid Guimarães, Maria Flor e Leandro Hassum já fizeram declarações públicas de amor e torcida pela recuperação de Paulo Gustavo.

Covid-19 e internamento

Paulo Gustavo, de 42 anos, foi internado no dia 13 de março, mas a assessoria de imprensa do comediante só divulgou a informação no dia 15 de março, deixando muitos fãs de surpresa. Inicialmente, Paulo foi internado consciente. Ele chegou a fazer postagens nas redes sociais, de dentro do hospital. 

Com o agravamento do quadro clínico, no entanto, Paulo Gustavo foi intubado no dia 21 de março. À época, o objetivo, de acordo com comunicado oficial, era de evitar uma piora no estado de saúde do ator, que já tinha dificuldades para respirar. 

Antes de ser intubado, Paulo Gustavo rezou, pedindo proteção à Santa Dulce, de quem é devoto. Ele também se despediu do marido, o médico Thales Bretas. “Te amo! Já volto!”, disse o ator ao companheiro, de acordo com relato de uma amiga de Paulo Gustavo. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.