CORONAVÍRUS

Covid-19: governo compra 100 milhões de doses da vacina da Pfizer

Lote se soma aos 100 milhões de doses que já adquiridos anteriormente

Covid-19: governo compra 100 milhões de doses da vacina da Pfizer

Estudos feitos em Israel comprovaram a eficácia da vacina da Pfizer/BioNTech. - Foto: Reprodução/NE10 Interior

Com informações da Agência Brasil

O Ministério da Saúde anunciou hoje (14) que fechou o contrato para a aquisição de mais 100 milhões de doses da vacina da farmacêutica Pfizer em parceria com a empresa BioNTech. Este novo lote se soma aos 100 milhões de doses que já haviam sido adquiridos pela pasta anteriormente.

Com isso, pelo contrato, as empresas responsáveis pelo imunizante deverão disponibilizar 200 milhões de doses até o fim deste ano. As 100 milhões de doses do contrato anunciado hoje deverão ser entregues entre setembro e novembro deste ano.

Já o primeiro lote de 100 milhões de doses já começou a ser entregue no mês de abril, em uma remessa de 1 milhão de doses. Conforme o cronograma, está prevista a entrega de outros 2,5 milhões em maio e 12 milhões em junho.

Para o mês de maio, segundo o painel de vacinação contra a covid-19, estão previstos ainda 20,5 milhões de doses da Oxford/AstraZeneca produzida pela Fiocruz, 3,9 milhões da Oxford/AstraZeneca obtida pelo consórcio Covax Facility, cinco milhões da Coronavac e mais 842 mil da Pfizer pelo Covax Facility, totalizando 32,9 milhões de doses.

Nesta sexta-feira (14), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou 2.975 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 165 (5,5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.810 (94,5%) são leves.

Covid-19 em Pernambuco

Agora, Pernambuco totaliza 437.783 casos confirmados da doença, sendo 42.320 graves e 395.463 leves.

>> 'Esperamos zerar falta de segunda dose da CoronaVac', diz secretário de saúde de Pernambuco

Mortes

Também foram confirmados 43 óbitos, ocorridos entre 28/12/2020 e 13/05/2021. Com isso, o Estado totaliza 14.841 mortes pela Covid-19. 

Anvisa autoriza uso emergencial de coquetel contra a covid-19

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)  aprovou o uso em caráter emergencial de um novo coquetel de anticorpos para o tratamento de pacientes com covid-19. A área técnica e os diretores avaliaram que o uso combinado dos medicamentos Banlanivimabe e Etesevimabe, da empresa Eli Lilly do Brasil, para casos em estágios iniciais traz benefícios, ainda que permaneçam algumas incertezas.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.