CRIME

Novo golpe consegue 'driblar' dupla autenticação do WhatsApp e roubar conta dos usuários, diz site

Os criminosos podem enviar uma mensagem de e-mail legítima do WhatsApp e conseguir dados das pessoas

Novo golpe consegue 'driblar' dupla autenticação do WhatsApp e roubar conta dos usuários, diz site

Aplicativo de mensagens, WhatsApp - Foto: Foto: Alfredo Rivera/Pixabay

Com informações do Olha Digital

Os golpes para roubar contas dos WhatsApp continuam, ao longo dos anos, e vários temas já foram usados para enganar os usuários. A única maneira de evitar era ativando a confirmação em duas etapas (ou dupla autenticação). Noentanto, especialistas da Kaspersky, em contato com o site Olhar Digital, os criminosos combinaram engenharia social com uma solicitação ao suporte do aplicativo e encontraram uma forma de burlar a proteção.

Saiba como é o golpe e se proteja

A informação é que os bandidos ligam para as vítimas e se apresentam como representantes do Ministério da Saúde. Eles perguntam se podem realizar uma pesquisa referente à covid-19. O objetivo é fazer a pessoa passar o código de seis dígitos que é enviado por SMS para “confirmar a realização da pesquisa”. Caso o usuário do WhatsApp informe o código, a conta pode ser roubada.

> WhatsApp Web irá funcionar em breve sem depender do celular, diz site

A mudança só ocorre quando os golpistas se deparam com uma conta que solicita a senha da autenticação em duas etapas. Depois disso, eles encerram a primeira chamada e ligam novamente para a vítima. Desta vez, se passam pelo suporte do aplicativo, dizem que foi identificado uma atividade maliciosa na conta, fazendo com a pessoa acesse o e-mail para realizar o recadastro da dupla autenticação.

De acordo com o Olha Digital, a vítima recebe uma mensagem de e-mail legítima do WhatsApp com o título “Two-Step Verification Reset” (Resgate da Verificação em Duas Etapas – em tradução livre) com um link para desabilitar a proteção adicional.

Você pode ter o WhatsApp bloqueado

A partir de 15 de maio, começa a valer uma nova política de privacidade no WhatsApp para conversas entre clientes e empresas. Apesar de não apagar a conta de quem não aceitar os termos, o aplicativo vai dificultar o envio de mensagens e, após algum tempo, vai bloquear todos os recursos. Vale lembrar que o WhatsApp mantém o compartilhamento de dados com o Facebook desde 2016, de acordo com a apuração do TecnoBlog. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.