BOLETIM MéDICO

Jovem baleado pela PM em protesto no Recife tem perda da visão confirmada

A informação foi confirmada pela Fundação Altino Ventura. Jonas Correia teve alta médica da área oftalmológica


Jovem baleado pela PM em protesto no Recife tem perda da visão confirmada

O arrumador Jonas Correia de França, de 29 anos, foi uma das pessoas baleadas pela PM no protesto no centro do Recife - Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem

O arrumador de contêineres, Jonas Correia de França, de 29 anos, perdeu a visão após ser atingido por uma bala de borracha durante protesto contra o presidente Jair Bolsonaro no último sábado (04), quando apenas passava pelo Centro do Recife. De acordo com a Fundação Altino Ventura, o paciente recebeu alta médica do Hospital da Restauração (pelo menos da área oftalmológica) porque foi constatada uma melhora do edema na região em volta do olho direito. No entanto, a visão não pode ser recuperada.

Nota do Altino Ventura

Confira a nota da Fundação Altino Ventura na íntegra:

O paciente Jonas Correia de França retornou à Fundação Altino Ventura, nesta sexta-feira (4), para reavaliação oftalmológica. Após análise dos últimos exames, a equipe médica da Fundação Altino Ventura (FAV) decidiu dar ao paciente alta médica do Hospital da Restauração (pelo menos da área oftalmológica).

Isso porque foi constatada uma melhora importante do edema na região em volta do olho direito; o sangramento intraocular também está sendo contido. Porém, um acompanhamento será feito semanalmente na Fundação, até que a lesão ocular esteja completamente sanada.

Os últimos exames de ressonância magnética mostraram cortes internos no globo ocular, mas, esteticamente e externamente, o globo está íntegro. Portanto, a decisão da equipe médica é de não fazer no olho lesionado nenhum procedimento cirúrgico. Quanto ao dano causado à visão, apesar de todos os esforços dos oftalmologistas da FAV, não pode ser revertido.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.