SAúDE

Covid-19: Jair Bolsonaro diz que haverá um parecer para desobrigar máscara em vacinados ou recuperados

De acordo com o presidente da República, a máscara ''tem a sua utilidade para quem está infectado" com a covid-19

Covid-19: Jair Bolsonaro diz que haverá um parecer para desobrigar máscara em vacinados ou recuperados

Presidente da República, Jair Bolsonaro - Foto: Reprodução

Com informações do Uol

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta quinta-feira (10), que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, deve publicar um parecer para desobrigar o uso de máscara para as pessoas que já foram vacinados ou contraíram a covid-19 e se recuperaram. No Brasil, até o momento, apenas 11,06% das pessoas estão completamente imunizadas do novo coronavírus. Caso isso aconteça, irá contrariar as recomendações dos órgãos de saúde. A fala do presidente da República foi dada durante evento em Brasília.

> Em pronunciamento, Bolsonaro exime governo de culpa pelo avanço da covid-19 no Brasil e promete vacina para toda população até o fim do ano

"Acabei de conversar com um tal de Queiroga, não sei se vocês sabem quem é, e ele vai ultimar um parecer visando a desobrigar o uso de máscara por parte daqueles que foram vacinados ou que já foram contaminados. Para tirar esse símbolo, que obviamente tem a sua utilidade para quem está infectado", falou Jair Bolsonaro.

Ministro defende máscara e distanciamento

Desde que assumiu o Ministério da Saúde, Marcelo Queiroga se mostrou defensor do uso de máscara e do distanciamento social. No fim do mês de abril de 2021, por exemplo, quando comentou sobre uma queda no número de mortes por covid-19, o ministro citou a importância das medidas de proteção contra o novo coronavírus.

> Teve reações da vacina contra covid-19? Todo mundo vai sentir? Pode tomar remédios? Saiba o que fazer

"É fundamental nesse momento que assistimos a essa tendência de queda de óbito, embora ainda uma tendência muito pequena, que as pessoas continuem com medidas não farmacológicas, de uso das máscaras, com distanciamento social, evitando aglomerações", afirmou na época. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.