reajuste

Gás de cozinha fica mais caro e média de preço no Brasil gasta 10% do salário mínimo

O aumento do gás de cozinha chegou a 4,3% nas últimas 4 semanas e pode ser encontrado por até R$ 130,00

TV Jornal
TV Jornal
Publicado em 28/06/2021 às 19:05 | Atualizado em 11/05/2022 às 20:23
Léo Motta/JC Imagem
FOTO: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

Com informações do SBT News.

O gás de cozinha aumentou e, no Brasil, tem uma média que custa R$ 88,94. Ou seja, o valor é quase 10% do salário mínimo, que é de R$ 1.100.

De acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a alta média do gás de cozinha nas últimas quatro semanas no Brasil chegou a 4,3%. Em algumas regiões do país, segundo a apuração do SBT News, o gás de cozinha pode ser encontrado por R$ 130,00.

Já o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) aumentou em 6% em meados de junho, enquanto o gás natural (GNV), recebeu um reajuste de 1,4% nas últimas quatro semanas nos postos de abastecimento e está com um preço médio de R$ 3,88 por metro cúbico, segundo a ANP.

A gasolina subiu 0,6% e a média é de R$ 5,695 o litro. O diesel permaneceu praticamente estável, sendo o preço médio de R$ 4,498.

Preço da gasolina

A Petrobras aplicou, desde o 11 de junho, uma redução de 2% no preço do combustível, que passou a custar R$ 2,53 por litro na venda das refinarias para as distribuidoras.

A queda do preço, no entanto, não deve ter efeito nos postos de combustíveis. De apuração de Edilson Vieira, do Jornal do Commercio, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) registrou que o preço médio da gasolina no Recife chegou a ser de R$ 5,598, e o preço máximo de R$ 5, 897.

Mais Lidas