pandemia

Quais tipos de máscaras protegem mais da covid-19? Novo estudo esclarece dúvidas

A pesquisa científica da Fiocruz analisou a proteção das máscaras contra o vírus da covid-19

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 07/07/2021 às 18:47
FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
FOTO: FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Leitura:

Um estudo da Fiocruz reforçou que as máscaras cirúrgicas e máscaras de modelos de pano com duas ou três camadas apresentam maior proteção contra o novo coronavírus. Foram identificados nesses itens de proteção a presença do patógeno apenas na parte interna, e isso indica o bloqueio da transmissão, segundo a pesquisa feita durante esta pandemia da covid-19. As informações achados foram publicados na plataforma de pré-print medrxiv.

Ao todo, a pesquisa analisou 45 máscaras, usadas por 28 pacientes com infecção confirmada do novo coronavírus, sendo 30 de tecido, com duas ou três camadas, e 15 máscaras cirúrgicas. Os pesquisadores encontraram fragmentos do vírus da covid-19 próximos do nariz e da boca, além das laterais da máscara, separando a camada interna e externa.

Proteção contra a covid-19

Os testes, feitos com a introdução de um cotonete especial no nariz, chamado de swab, era esperado que se encontrasse redução do vírus, já que segundo os cientistas o nariz é em um dos centros de replicação do coronavírus, enquanto as máscaras acumulam as partículas virais eliminadas pelo paciente, que sofrem degradação natural ao ficaram no tecido

Mais Lidas