pesquisa

Datafolha: Rejeição a Jair Bolsonaro sobe a 51% e bate novo recorde do presidente


A pesquisa também divulgou os números referentes a avaliação positiva e regular de Jair Bolsonaro

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 08/07/2021 às 19:02
Marcelo Camargo / Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo / Agência Brasil
Leitura:

A Datafolha divulgou, nesta quinta-feira (08), a 13ª pesquisa feita por ela sobre a popularidade do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). A rejeição subiu de 45%, de maio, para 51%, sendo o maior índice dos levantamentos feitos desde que assumiu o governo, em 2019. A pesquisa foi feita nos dias 7 e 8 de julho com 2.074 pessoas acima de 16 anos em 146 municípios. Já a margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou menos.

Avaliação positiva e regular

Em relação a avaliação positiva de Jair Bolsonaro, que atingiu em março o pior nível com 24%, seguiu estável. Ou seja, houve um estacamento na popularidade do mandatário, de acordo com esse levantamento. As pessoas que consideram o presidente regular caíram de 30% para 24%, comparando com o levantamento de maio.

Desaprovação de Jair Bolsonaro

Os resultados da 149ª Pesquisa CNT de Opinião, realizada em parceria com o Instituto MDA, de 1º a 03 de julho de 2021, mostram piora da avaliação positiva (ótimo + bom) do governo federal em relação ao levantamento realizado em fevereiro de 2021, assim como aumento da sua avaliação negativa (ruim + péssimo).

> Corrida pela Presidência: Lula tem 41,3% das intenções de voto; Bolsonaro tem 26,6%, diz pesquisa

Em fevereiro, 35,5% das pessoas consideravam o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) ruim ou péssimo. Agora, a avaliação subiu para 48,2% dos eleitores. Já a avaliação positiva caiu de 32,9% para 27,7%. Já a avaliação regular também sofreu queda: 30,2% de 22,7%. O percentual de pessoas que não souberam ou não responderam permaneceu em 1,4%.

Mais Lidas