confusão

Mãe é esfaqueada pelo filho, ao tentar separar briga, e implora para que ele seja preso


A mulher tentou separar confronto e foi atingida pelo jovem, que brigou com a namorada e um primo

Com informações do SBT
Com informações do SBT
Publicado em 09/07/2021 às 14:25
Reprodução/SBT
FOTO: Reprodução/SBT
Leitura:

Uma briga familiar quase terminou em tragédia após um jovem esfaquear a própria a mãe. A mulher, de 39 anos, afirmou que o jovem é dependente químico e ela luta para tirá-lo das drogas. O rapaz já foi internado quatro vezes em clínicas para tratar o vício, mas fugiu em todas as oportunidades. O caso aconteceu em Vitória, no Espírito Santo, e foi noticiado pelo SBT nesta sexta-feira (09). Apesar das dificuldades, a mulher afirmou que o sentimento materno faz com que o filho ainda vive com a mãe.

Em entrevista ao SBT, a mulher afirmou em um intervalo de três dias, o filho tentou agredir a namorada e ameaçou o primo com uma faca. Em um dessas situações, ela tentou intervir na briga e acabou sendo esfaqueada. Diante da condição dramática, a dona de casa implorou para que o rapaz fosse preso. Já a namorada acionou uma medida protetiva contra o rapaz, que foi preso pela polícia.

Ferimentos

A mulher ficou ferida nas costas e afirmou que o jovem não teve a intenção de feri-la. Ela contou que o filho estava em um momento de descontrole, pois queria usar drogas. "Eu entrei no meio porque não queria ver o meu filho apanhando", afirmou a mãe. De acordo com ela, o rapaz começou a usar entorpecentes aos 14 anos de idade.

> Jovem é morto enquanto esperava ônibus no Recife, por suspeita de ter assassinado criança de 2 anos

"Eu falei: 'por favor, deixa meu filho preso porque vão fazer mal pra ele e eu sei disso'. Foi devido ao meu pedido e da minha irmã suplicando que deixaram ele preso", finalizou a mãe.

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal no Facebook.

Mais Lidas