NOVO CORONAVíRUS

AO VIVO: Governo de Pernambuco atualiza situação da pandemia da covid-19

A entrevista online está prevista para começar às 16h30, desta quinta-feira (22)

AO VIVO: Governo de Pernambuco atualiza situação da pandemia da covid-19

Pernambuco teve uma redução de 15% nas solicitações de leitos de UTI, mas números ainda pedem atenção - Foto: Heudes Regis/SEI

Atualização: Governo de Pernambuco libera presença de torcida em competições esportivas

O Governo de Pernambuco agendou, para esta quinta-feira (23), uma nova coletiva online para trazer novidades sobre a pandemia da covid-19 no Estado. A transmissão é aberta no YouTube e está prevista para começar às 16h30. Após a liberação de música ao vivo e flexibilizações das atividades econômicas, a expectativa é de que os eventos devem ter a permissão de receberam mais mais pessoas, sem que façam aglomerações e desobedeçam as normas de saúde.

Atividades econômicas

Desde o dia 05 de julho, com a redução no número de leitos de UTI com pacientes da covid-19 e estabilidade nos casos, o Governo de Pernambuco decidiu fazer alterações no Plano de Convivência com a Covid-19 e flexibilizou o funcionamento das atividades econômicas em todo o Estado. Confira abaixo os detalhes das mudanças:

Eventos sociais/buffet: Na macrorregião 1, que engloba o Grande Recife, as zonas da Mata Norte e Sul e parte do Agreste, vão funcionar das 8h às 23h, durante a semana, e das 8h às 22h, nos finais de semana. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 8h às 22h, na semana, e 8h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, será de 50 ou 30% da capacidade do local, o que for menor. Música ao vivo continua proibido. 

Exemplos: Aniversários, batizados, bodas, casamentos, festas infantis, formaturas e noivados.

> Máscara de tecido protege do coronavírus? E de TNT? Médico responde

Eventos corporativos: Na macrorregião 1, vão funcionar das 8h às 22h, tanto durante a semana quanto aos sábados e domingos. Antes, podiam funcionar até às 21h nos finais de semana. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 8h às 22h, na semana, e 8h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, passa de 50 para 100 ou 30% da capacidade do local, o que for menor. Música ao vivo continua proibido.

> Por que as pessoas com duas doses da vacina ainda podem contrair a covid-19?

Exemplos: Assembleias, capacitações, cursos, conferências, congressos, convenções, encontros, entrevistas, fóruns, painéis, palestras, reuniões, simpósios, seminários, solenidades, treinamentos, webinar e workshops.

Colação de grau, aula da saudade e culto ecumênico: Na macrorregião 1, vão funcionar das 8h às 23h, na semana, e das 8h às 22h, nos finais de semana. Antes, podiam funcionar até às 22h, na semana, e às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 8h às 22h, na semana, e 8h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, passa de 50 para 100 ou 30% da capacidade do local, o que for menor. Música ao vivo, alimentos e bebidas continuam proibidos.

> O que acontece se tomou vacina vencida? Quem é responsável pela vacinação? Saiba as respostas

Cinema, teatro e circo: Na macrorregião 1, vão funcionar das 9h às 23h, na semana, e das 9h às 22h, nos finais de semana. Antes, podiam funcionar das 10h às 22h, na semana, e das 10h às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 9h às 22h, na semana, e das 9h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, passa de 100 para 200 ou 50% da capacidade do local, o que for menor.

> É gripe, dengue ou covid-19? Veja as diferenças e saiba onde receber atendimento em cada uma delas

Museus e demais equipamentos culturais: Na macrorregião 1, vão funcionar das 9h às 22h, na semana e nos finais de semana. Antes, podiam funcionar das 10h às 22h, na semana, e das 10h às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 9h às 22h, na semana, e das 9h às 21h, no final de semana. Continua permitido um visitante a cada 20 metros quadrados nas áreas expositivas internas, e um visitante a cada 10 metros quadrados nas áreas expositivas externas.

> Teve reações da vacina contra covid-19? Todo mundo vai sentir? Pode tomar remédio? Saiba o que fazer

Clubes sociais: Na macrorregião 1, vão funcionar das 5h às 23h, na semana, e das 5h às 22h, nos finais de semana. Antes, podiam funcionar das 5h às 22h, na semana, e das 5h às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 5h às 23h, na semana, e das 5h às 22h, no final de semana.

Como usar a máscara de forma correta?

  1. Higienize as mãos. Antes de tocar a máscara médica limpa, você deve lavar bem as mãos com água e sabonete. Aplique sabonete às mãos molhadas e esfregue uma na outra por pelo menos 20 segundos. Depois, enxague. Seque as mãos com uma folha de papel-toalha e, depois, descarte-a no lixo.
  2. Veja se a máscara tem algum defeito. Depois de tirar a máscara médica nova da caixa, veja se ela está em perfeitas condições ou se tem algum defeito, como rasgos. Se houver, jogue-a fora e use outro acessório.
  3. Coloque a máscara na posição correta. A extremidade superior da máscara é a que tem um detalhe que se encaixa bem no nariz da pessoa. Portanto, ela deve ficar virada para cima na hora de vestir o acessório
  4. Coloque a máscara do lado certo. A parte interna das máscaras médicas é branca, enquanto a externa tem alguma outra cor. Antes de vestir o acessório, veja se ele está do lado correto
  5. Coloque a máscara no rosto. Existem diversos tipos de máscaras médicas no mercado, cada um com um método próprio de aplicação. Com alças para as orelhas: algumas máscaras têm duas alças laterais para as orelhas. Geralmente, elas são feitas de algum material elástico. Pegue o acessório pelo elástico, passe um pela primeira orelha e o outro pela segunda.De amarrar: algumas máscaras têm tiras de amarrar na nuca. No geral, há dois pares (um em cima e outro embaixo). Pegue o acessório pelas tiras superiores, passe-as para trás da cabeça e dê o nó.Com faixas: algumas máscaras têm duas faixas elásticas que passam para trás da cabeça (sem a necessidade de amarrar). Coloque o acessório no rosto, puxe a faixa superior por cima da cabeça e passe para a nuca. Depois, puxe a faixa inferior com o mesmo movimento.
  6. Ajuste a máscara no nariz. Depois de colocar a máscara na cabeça e no rosto, segure-a na ponte do nariz com o indicador e o polegar.
  7. Se necessário, amarre a tirinha inferior da máscara. Se estiver usando uma máscara de amarrar, dê o nó na base da cabeça. Como o acessório pode acabar não funcionando se você tentar mexer nele demais, é melhor esperar até a parte do nariz ficar no lugar certo antes de amarrar as tiras inferiores
  8. Ajuste a máscara no rosto e debaixo do queixo. Depois de prender bem a máscara, ajuste-a e cubra a boca e o nariz e passe a parte inferior do acessório por baixo do queixo.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.