CONFUSãO

Escritório do vice-presidente do Santa Cruz é alvo de vandalismo no Recife

Além da função no Santa Cruz, André Frutuoso é advogado e possui um escritório na Zona Norte do Recife


Escritório do vice-presidente do Santa Cruz é alvo de vandalismo no Recife

O escritório de advocacia do vice-presidente do Santa Cruz foi alvo de vandalismo - Foto: Marcelo Cavalcante/ Jornal do Commercio

Com informações de Lucas Holanda e Túlio Feitosa, do Jornal do Commercio

O escritório de advocacia do vice-presidente do Santa Cruz, André Frutuoso, que fica localizado no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, foi alvo de vandalismo nesta sexta-feira (23). A informação foi confirmada pelo 13º Batalhão da Polícia Militar, que enviou viaturas ao local, em contato com o Jornal do Commercio e Blog do Torcedor. De acordo com moradores da região, os responsáveis pelos atos são membros de uma torcida organizada do clube coral foram os responsáveis pelos atos. 

> Veja o momento do ataque ao escritório do vice-presidente do Santa Cruz e como ficou depois

O relato de testemunhas é que barulho de fogos e de coisas quebrando foram ouvidas, além de verem algumas pessoas correndo pela Rua Amélia, próxima ao escritório. A reportagem foi até o local e encontrou o vice-presidente do Santa Cruz. Após os vídeos, leia e também ouça o que disse André Frutuoso.

''O que aconteceu foram fatos lamentáveis. Não houve protesto, reivindicações ou pedidos. Simplesmente vieram e jogaram pedras. Pessoas poderiam perder suas vidas, pois as pedras eram grande e passaram perto de advogados e funcionários que estavam aqui (no escritório). Isso não é esporte. Esses não são torcedores do Santa Cruz. Foi um vandalismo e um ataque terrorista. Isso entristece a todos nós'', afirmou André Frutuoso. Ouça o áudio:

Santa Cruz se pronuncia

Através do site oficial, o Santa Cruz emitiu uma nota sobre os ataques ao escritório de André Frutuoso, vice-presidente do tricolor. No texto, o clube se refere ao ato como 'vandalismo' e 'terrorismo'. Confira na íntegra:

Santa Cruz Futebol Clube vem a público lamentar e repudiar o episódio de vandalismo e terrorismo protagonizado, nesta sexta-feira (23), no Escritório de Advocacia do vice-presidente, André Frutuoso, pondo em risco de morte funcionários e clientes.

Prestamos solidariedade ao nosso vice-presidente André Frutuoso, aos funcionários e clientes que estavam presentes no local no momento do ocorrido.

Tal ato não representa atitude de torcedores e muito menos, representa a imensa e apaixonada torcida do Santa Cruz.

Investigações do caso

De acordo com a apuração do Jornal do Commercio, a perícia será feita no escritório neste sábado (24). O caso está sendo investigado pela Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva, sob o comando de Paulo Moraes. O vice-presidente do Santa Cruz, André Frutuoso irá prestar depoimento na segunda-feira (26).

Protestos pela má fase

Antes da partida contra a Tombense, no último sábado (17), dezenas de torcedores protestaram na frente da sede do Arruda contra a fase ruim do Santa Cruz, que é lanterna do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. No entanto, não foi registrado nenhum tipo de vandalismo na manifestação. 

Torcedores do Santa Cruz se aglomeraram na frente do Arruda para protestar contra o time
Torcedores do Santa Cruz se aglomeraram na frente do Arruda para protestar contra o time
Alexandre Gondim/ JC Imagem

Ameaças afastam presidente do Conselho 

O presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz, Mário Godoy, formalizou o seu afastamento do cargo. O licenciamento será pelo prazo de 90 dias e, nesse período, quem irá comandar o órgão será o vice-presidente do CD tricolor, Marino Abreu. Porém, esse período, segundo o próprio Godoy, será para que ele possa preparar a sua renúncia em definitivo.

> Até a base? Com gol de Carlinhos Bala, Santa Cruz perde amistoso para a Seleção de Barreiros

Em comunicado publicado no site do Santa Cruz e enviado aos conselheiros e também endereçado ao presidente do executivo, Joaquim Bezerra, e ao vice-presidente do executivo, André Frutuoso, Mário Godoy justifica a sua licença afirmando que vem 'recebendo ameaças à vida e à integridade física' e, por isso, vai renunciar ao posto no Conselho.

Mário Godoy enviou comunicado aos conselheiros informando o seu afastamento
Mário Godoy enviou comunicado aos conselheiros informando o seu afastamento
Reprodução/Santa Cruz

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.