TRÁFICO DE DROGAS

Gatinha da Cracolândia era 'meiga e reservada', segundo sogra: 'Não desconfiei'

A Gatinha da Cracolândia foi presa na última quinta-feira (22) e admitiu envolvimento com o tráfico de drogas

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 27/07/2021 às 8:20 | Atualizado em 13/05/2022 às 18:07
Reprodução: Instagram
FOTO: Reprodução: Instagram
Leitura:

Presa na última quinta-feira (22), Lorraine Cutier Bauer Romeiro, conhecida como a 'Gatinha da Cracolândia', ainda vem dando o que falar na internet.

A jovem de 19 anos foi detida em Barueri, na Grande São Paulo, suspeita de tráfico de drogas na Cracolândia. Lorraine foi flagrada comercializando crack na região central da capital paulista.

Nas imagens, ela aparecia com André, seu namorado, em uma tenda. O mandado de prisão contra ela foi cumprido como parte da Operação Carontes, da Polícia Civil.

Em entrevista ao UOL, a auxiliar de cozinha Karina Pereira, de 35 anos, sogra de Lorraine, afirmou que a traficante era uma pessoa meiga e reservada, e nunca desconfiou do envolvimento dela com o crime.

"Ela [Lorraine] é uma menina meiga, inteligente e carinhosa. Dizia que me amava e me chamava de 'tia'. Era de uma família bem estruturada", contou.

"Mas o meu filho também tem família. E também foi bem educado. Trabalhei em várias profissões para garantir o sustento dele e não me envergonho. Mas, infelizmente, ele fez escolhas erradas e vai responder por isso", declarou.

Lorraine Cutier Bauer Romeiro, conhecida como

Mãe solteira, Karina diz que o filho, André Luiz, foi criado no meio evangélico. Mas se afastou da religião na adolescência após a morte do pai, que sofreu com problemas de saúde.

"A morte do pai deixou um vazio muito grande. É um trauma que ele carrega na vida dele", lamenta a mãe, em entrevista ao UOL.

Assim como o namorado, Lorraine também perdeu o pai ainda na infância. Em agosto de 2014, o empresário Ricardo Bauer Romeiro foi morto com um tiro na cabeça em uma tentativa de assalto no centro de Barueri, onde mora a família. Na época, Lorraine tinha 12 anos de idade.

Karina confessa nunca ter suspeitado de um possível envolvimento do casal com atividades criminosas.

"Não sei se a mãe a ajudava. Mas ela tem condições, né? Então, não desconfiei de nada. O meu filho sempre trabalhou, fazendo 'bicos' em obras ou entregando panfletos. O meu filho nunca foi marginal", defendeu.

A família de André Luiz conheceu pessoalmente a mãe de Lorraine após a prisão, quando ela foi ao local para buscar a neta. Foi citada como "pessoa distinta" e "de boa aparência".

Lorraine Bauer foi presa por tráfico — Foto: Reprodução

Grande quantidade de drogas

A 'Princesa da Cracolândia' foi presa pela equipe da 77º Distrito Policial na casa do namorado, em Barueri, na Grande São Paulo, e confessou estar envolvida no tráfico e indicou o local onde armazenava as drogas em um prédio na rua Helvétia, na Cracolândia.

Em uma mochila havia 85 porções de maconha, 295 de cocaína e oito de crack. Foram encontrados também 97 frascos de lança-perfume e 16 comprimidos de ecstasy e R$ 750 em dinheiro.

Mais Lidas