PUNIçãO

Por que a Rússia foi banida das Olimpíadas de Tóquio e o que é ROC? Entenda a polêmica

O Comitê Olímpico Internacional (COI) determinou algumas regras para os atletas da Rússia nos Jogos Olímpicos


Por que a Rússia foi banida das Olimpíadas de Tóquio e o que é ROC? Entenda a polêmica

Comitê Olímpico Russo (ROC) são os atletas da Rússia que não se envolveram com doping - Foto: Reprodução/Olympic Russia

Com informações do Exame

Quem acompanha os Jogos Olímpicos pode estar sentido falta da Rússia. Ao invés disso, deve ter percebido que alguns atletas usam a sigla ROC nos uniformes. Essa foi a maneira dos competidores russos poderem participar das Olimpíadas, pois a Rússia está banida após um escândalo de doping. A sigla está em inglês e quer dizer “Comitê Olímpico Russo”. Ao todo, o ROC é representado por 335 atletas em Tóquio.

> Quanto um atleta ganha por conquistar medalha nas Olimpíadas? Entenda como funciona a premiação

O detalhe é que os atletas são considerados "neutros". Portanto, devem seguir regras para que não possam ser considerados representantes da Rússia nas Olimpíadas de Tóquio. Uma delas, por exemplo, é a determinação do Comitê Olímpico Internacional (COI) de que todas as exibições públicas dos russos nas Olimpíadas tenham a sigla 'ROC' no uniforme e não o nome completo “Comitê Olímpico Russo”.

> Por que Lucão, jogador de vôlei do Brasil, usa máscara durante jogos das Olimpíadas?

Todos os atletas russos que estão nos Jogos Olímpicos conseguiram provar que não se envolveram no escândalo do doping do país. A Wada (Agência Mundial Antidoping) explicou, na época da punição, que a decisão foi rígida, mas em favor dos direitos dos atletas que não estavam envolvidos na fraude e são considerados ''limpos''.

Regras para participação

  • Os atletas do país não podem competir com o nome, bandeira;
  • hino nacional russo pode ser tocado em caso de vitória;
  • Cores da Rússia nos uniformes pode ser utilizadas (vermelho, branco e azul).

Relembre a polêmica

A Rússia reconheceu falhas na implementação de políticas antidoping, mas nega ter administrado um programa de doping. Apesar disso, o país está proibido de sediar eventos esportivos internacionais durante o período de punição. Além disso, os dirigentes esportivos não podem frequentar esses eventos.

> Brasileira chora ao conhecer pista da prova de atletismo das Olimpíadas: ''É o paraíso''

O escândalo de vários casos de doping no país começou em 2015. Quatro anos depois, a Agência Mundial Antidoping concluiu que o Governo da Rússia patrocinou a alteração de dados laboratoriais sem autorização, plantaram evidências falsas e apagaram arquivos conclusivos de possíveis casos positivos de doping.

> VÍDEO: Rebeca Andrade faz história na ginástica e vence medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio

A punição seria por quatro anos, mas o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) diminuiu a pena para dois anos, após uma apelação dos russos. Com isso, a penalização termina em 16 de dezembro de 2022.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.