histórico

Conheça Laurel Hubbard, primeira atleta transgênero da história das Olimpíadas

A neozelandesa Laurel Hubbard é atleta de levantamento de peso e fez história ao competir nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 02/08/2021 às 18:22 | Atualizado em 30/12/2021 às 21:00
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

A neozelandesa Laurel Hubbard fez história nesta segunda-feira (02) ao se tornar a primeira atleta transgênero a competir nas Olimpíadas em toda a história.

Apesar do feito, ela sofreu uma eliminação precoce na final da prova feminina do levantamento de peso depois de três tentativas fracassadas e só durou 10 minutos.

A atleta estava confiante, sorrindo em meio aos gritos de incentivo de colegas atletas e jornalistas.

> Por que a Rússia foi banida das Olimpíadas de Tóquio e o que é ROC? Entenda a polêmica

"Não estou inteiramente inconsciente da polêmica que cerca minha participação nestes Jogos Olímpicos. E por isso, quero agradecer particularmente ao COI, pois acho que é muito afirmativo seu compromisso com os princípios do olimpismo e a demonstração de que o esporte é algo para todas as pessoas, que é inclusivo e é acessível", disse.

História de Laurel Hubbard

Aos 43 anos, Laurel Hubbard era a competidora mais velha da categoria 87kg, onde sua inclusão desencadeou um debate sobre as condições mais justas para as mulheres, a identificação de gênero e a inclusão nas Olimpíadas.

> Por que Raven Saunders, atleta dos EUA, pode ser punida nas Olimpíadas por gesto no pódio? Entenda

Ela nasceu homem e competiu no levantamento de peso no nível juvenil.

A transição de gênero foi feita oito anos atrás e, em seguida, retomou o levantamento de peso e ganhou o direito de participar dos Jogos Olímpicos graças a um consenso de 2015 do Comitê Olímpico Internacional (COI) que permitiu que atletas transgênero em eventos femininos.

Quanto vale ganhar medalha nas Olimpíadas?

A cerimônia de encerramento das Olimpíadas de Tóquio acontece no dia 08 de agosto.

Até lá, inúmeros atletas de centenas de países disputam e conquistam medalhas, seja de ouro, prata ou bronze. Mas você sabe quanto vale uma medalha olímpica? Apesar do Comitê Olímpico Internacional não pagar em dinheiro, muitos países oferecem recompensas pelo número de medalhas que os atletas ganham nos Jogos Olímpicos.

> Entenda por que o Brasil desfilou na abertura das Olimpíadas 2021 com apenas quatro pessoas

> Rebeca Andrade: da falta de dinheiro para seguir o sonho, ao 'baile de favela' nas Olimpíadas de Tóquio

Um levantamento feito pelo pela Consumer News and Business Channel (CNBC) aponta o valor recebido por medalhistas das Olimpíadas de 12 países, ao avaliar vários comitês olímpicos nacionais, associações esportivas e os valores em site de finanças pessoais chamado de Money Under 30.

Clique aqui e confira os valores.

Mais Lidas