OPERAçãO

STF manda prender ex-deputado Roberto Jefferson, Presidente do PTB, que vira alvo de operação da Polícia Federal

Ministro do STF, Alexandre de Moraes, determinou prisão de Roberto Jefferson, no novo inquérito das fake news. Jefferson é um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro

STF manda prender ex-deputado Roberto Jefferson, Presidente do PTB, que vira alvo de operação da Polícia Federal

A prisão foi autorizada pelo ministro do STF, que também autorizou busca e apreensão de bens envolvendo o ex-parlamentar. - Foto: Agência Câmara

Com informações do SBT

O ex-deputado federal e presidente do PTB, Roberto Jefferson, será preso. A decisão é do ministro do STF Alexandre de Moraes. Jefferson é alvo de um inquérito que apura o funcionamento de um milícia na internet, que tem o objetivo de atacar a democracia. Hoje, Roberto Jefferson é um dos principais aliados do presidente Jair Bolsonaro. 

Polícia Federal

De acordo com a coluna Painel, da Folha de São Paulo, foi a própria Polícia Federal quem pediu a prisão de Roberto Jefferson. A prisão foi autorizada pelo ministro do STF, que também autorizou busca e apreensão de bens envolvendo o ex-parlamentar.

 

>> Alexandre de Moraes determina prisão de Roberto Jefferson; PF faz operação para prender ex-deputado

 

Ataque às instituições democráticas

No Twitter, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, confirmou, nesta sexta-feira (13) ser alvo de operação da Polícia Federal. O SBT News conseguiu confirmar que a ordem de prisão foi encaminhada à PF pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre Moraes, por ataques digitais feitos por Jefferson aos ministros do STF e às instituições democráticas.

 

>> Alexandre de Moraes, do STF, determina prisão do ex-deputado Roberto Jefferson por ataques às instituições democráticas

 

Recentemente, em vídeo do PTB, Jefferson fala que eleições ficam ameaçadas sem voto impresso. A PEC foi derrubada pelo plenário da Câmara dos Deputados, nesta semana. Além disso, em dezembro, o presidente do PTB chamou os ministros do Supremo de "malandros" e fez ameaças à integridades dos magistrados. "Nós temos que entrar lá e colocar para fora na bala, no pescoção, no chute na bunda, aqueles 11 malandros que se fantasiaram de ministros do Supremo Tribunal Federal", disse o ex-deputado.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.