Tranquilidade

Não é necessário formar longas filas em postos de gasolina, diz presidente do Sindicombustíveis

De acordo com Alfredo Pinheiro Ramos, não haverá desabastecimento em Pernambuco: ''Nós temos condições de abastecer''

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 09/09/2021 às 10:36 | Atualizado em 17/05/2022 às 19:47
Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Desde a quarta-feira (08), as imagens de pessoas formando filas para abastecimento dos veículos são comuns na Região Metropolitana do Recife.

No entanto, de acordo com o presidente do Sindcombustíveis, Alfredo Pinheiro Ramos, afirmou que não existe motivo para desespero, pois o setor tem combustível suficiente para atender toda a população de Pernambuco.

Além disso, ele também contou que o fim da gasolina, diesel ou álcool em alguns postos pode acontecer se as pessoas continuarem indo encher o taque de forma desenfreada e, muitas vezes, sem necessidade.

''Estamos tendo contato com as distribuidoras e todos os tipos de combustíveis e o gás de cozinha está saindo de Suape com o fluxo normal [...]" comentou em entrevista. 

"Nós temos condições de abastecer toda a população pernambucana, mas o que atrapalha é quem não tem a necessidade de abastecer (o veículo). Vai dar um tumulto pontual, pois só assim para faltar combustíveis'', afirmou em entrevista ao Passando a Limpo, na Rádio Jornal.

Confira a entrevista completa:

O presidente do Sindicombustíveis-PE), Alfredo Pinheiro Ramos, reforçou que a população de Pernambuco não precisa entrar em pânico, pois, até o momento, não há possibilidade da gasolina, álcool ou diesel acabar.

Os áudios e vídeos alertando para o desabastecimento não condizem com a realidade do postos.

Paralisação de caminhoneiros

Os caminhoneiros apoiadores de Jair Bolsonaro bloquearam várias estradas ao longo do Brasil. Eles pediram a destituição dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o Governo Federal, os atos não foram organizados por qualquer entidade setorial do transporte rodoviário de cargas. Em Pernambuco, não há mais registros de paralisação.

O boletim divulgado nesta quinta-feira (09), foram registrados pontos de concentração em rodovias federais de 15 Estados, com 10% de redução de ocorrência desde o boletim da madrugada.

Em um mensagem de voz, o presidente da República diz os bloqueios atrapalharam a economia. No entanto, ele afirma que os caminhoneiros são aliados.

 

Mais Lidas