CASO DE POLÍCIA

'Ela já tentou matar ele. Não é a primeira vez. Eu quero justiça', diz parente de homem que foi morto pela própria enteada em Camaragibe

A enteada é suspeita de ter assassinado o padrasto com golpes de enxada. Parente da vítima contou que a jovem é envolvida com drogas e já perdeu cinco filhos para à justiça

'Ela já tentou matar ele. Não é a primeira vez. Eu quero justiça', diz parente de homem que foi morto pela própria enteada em Camaragibe

A enteada esperou a chegada da polícia e confessou o assassinato do padrasto - Foto: Divulgação

Sem se identificar, um parente do homem, de 48 anos, que foi morto pela própria enteada em Ceú Azul, Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, concedeu entrevista à reportagem da TV Jornal nesta segunda-feira (13). De acordo com o parente da vítima, a jovem é envolvida com drogas e bebedeira. "Eu queria justiça. Não é a primeira vez que a jovem (enteada) faz isso com ele. Ela já tentou matar seu Maurício. Ela já bateu na mãe dela. Inclusive, já perdeu cinco filhos para à justiça por conta de drogas e cachaça", falou. 

Durante a entrevista, o parente também contou que seu Maurício Martins de Santana, era bastante calmo e toda vizinhança gostava dele. "Ele parecia mais prefeito de tão conhecido que era. Uma pessoa ótima. Ele bebia, mas não mexia com ninguém. Super respeitador. 

>>Jovem é suspeita de matar o padrasto com golpes de enxada em Camaragibe

Discussão

Segundo as investigações, após uma discussão, a vítima foi assassinada com golpes de enxada. De acordo com a polícia, a principal suspeita é enteada do homem, Maria Helena da Silva, de 28 anos, que confessou o crime. Os policiais do 20º Batalhão da Polícia Militar foram acionados e isolaram a área, até a chegada dos agentes da força-tarefa de Homicídios. Ainda segundo informações repassadas pela polícia, a suspeita do crime permaneceu no local e esperou a chegada dos policiais militares. Ela foi apresentada ao delegado responsável pelas primeiras investigações e autuada em flagrante.

Arma apreendida

A arma do crime foi apreendida pelos peritos do Instituto de Criminalística (IC). Após os trabalhos dos policiais, o corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife. Já a suspeita foi levada para a sede do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro.

Audiência de Custódia

A jovem está, neste momento, em audiência de custódia. A reportagem da TV Jornal segue acompanhando a audiência.

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal no Facebook.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.