IMUNIZAÇÃO

Posso tomar a vacina estando com covid-19?


Existem reações adversas? Pode beber depois de tomar a vacina da covid-19? Veja respostas para essas e outras perguntas

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 17/09/2021 às 14:00
SECOM
FOTO: SECOM
Leitura:

Com o avanço da vacinação contra a covid-19 em todo o Brasil, muitas pessoas se perguntam qual o momento ideal para tomar a vacina e várias dúvidas surgem.

Existem reações adversas? Pode beber depois de tomar a vacina? É recomendado tomar o imunizante mesmo estando gripado? Entre elas, também está o seguinte questionamento: Pode tomar a vacina mesmo estanco com a covid-19?

>>>Posso tomar a vacina da covid-19 mesmo estando gripado? E a da gripe?

Assim como qualquer outro tipo de vacina, a vacina do novo coronavírus também pode provocar aparecimento de alguns efeitos secundários, principalmente dor no local da injeção, como inchaço, dor e vermelhidão.

Além disso, algumas pessoas podem ainda apresentar cansaço, dor muscular, febre e dor de cabeça. Estes sintomas geralmente são leves e tendem a desaparecer em poucos dias.

Mas, afinal, posso tomar a vacina com covid-19?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), não devem ser vacinadas pessoas que tiverem resultado positivo para o teste PCR, que diz respeito à coleta do material com um cotonete para análise em laboratório.

Quem não tem sintomas ou um resultado PCR positivo deve tomar a vacina normalmente. No caso de pessoas com teste positivo, a OMS indica que pessoas com Covid devem esperar a recuperação da fase aguda da doença e a suspensão do isolamento. Além disso, elas podem aguardar mais 6 meses até a vacinação.

>>>Posso tomar a vacina da covid-19 mesmo com sintomas de febre, tosse ou dor de cabeça?

Quem se infectar entre uma dose e outra das vacinas também deve aguardar até a fase aguda passar e o isolamento ser suspenso. A recomendação foi divulgada em 10 de fevereiro junto com as diretrizes de aplicação da vacina de Oxford contra a doença.

Associação ao álcool

A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), envolvida nas decisões do Programa Nacional de Imunização (PNI), informou que nenhuma vacina, incluindo todas para prevenir a covid-19, contraindica o consumo de bebidas alcoólicas ou exige precauções.

Não há qualquer interferência na resposta imunológica ou aumento do risco de eventos adversos.

É importante ressaltar, no entanto, que o uso crônico e abusivo de álcool pode enfraquecer o sistema imunológico, aumentar o risco de infecções por vírus e bactérias, além de trazer diversos outros prejuízos à saúde e à vida.

Mais Lidas