POLÍCIA

Policial morto discutia com chefe de tráfico quando foi executado em São Paulo


Policial Militar Marlon Fernandes Meirelles foi morto durante folga

Gustavo Henrique Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 08/10/2021 às 15:58
Reprodução/SBT
FOTO: Reprodução/SBT
Leitura:

Imagens de câmera de segurança obtidas pela Polícia Civil ajudaram a esclarecer a morte do policial militar Marlon Fernandes Meirelles e seu amigo, em um ponto de venda de drogas em Franco da Rocha, São Paulo, na última terça-feira (5). O soldado estava de folga e portava arma da corporação.

Nos vídeos, Marlon aparece discutindo com um homem. Logo em seguida, um criminoso chega correndo e atira várias vezes no militar, que cai. Gustavo Henrique Porto, que acompanhava o PM e estava dentro do carro da vítima, tenta dar marcha ré para fugir, mas é perseguido pelo bandido, que dispara diversas vezes em direção ao veículo. O automóvel desce desgovernado e só para ao bater no muro de uma empresa. Neste momento, um outro integrante do bando volta e rouba a arma de Marlon e dispara mais uma vez. Tanto o PM quanto o amigo morreram no local.

Além deles, outras duas pessoas ficaram feridas: Adriano da Silva, conhecido como Adrianinho,chefe do tráfico na comunidada da Roseira e investigado por homicídio, e Marcos Souza. Os dois foram socorridos por comparsas e levados a um hospital em Jundiaí, no interior de São Paulo. A presença deles no local foi informada à polícia, que conseguiu prender Marcos. Adrianinho fugiu.

Investigação

A polícia tenta entender agora o que teria levado o soldado da PM até o local onde ocorreu o homicídio.

Mais Lidas