DOENçA

Brasil confirma foco de peste suína clássica no Ceará; saiba se a doença pode atingir humanos

Os porcos do criadouro foram confirmados com a peste suína clássica e, por isso, serão sacrificados

Brasil confirma foco de peste suína clássica no Ceará; saiba se a doença pode atingir humanos

Foco de peste suína clássica foi confirmada no Ceará - Foto: Pixabay

Com informações do jornais O Povo

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmou, nesta quarta-feira (13), foco de peste suína clássica na cidade de Marco, no Estado do Ceará, no Nordeste do Brasil. A transmissão ocorreu em um criadouro de porcos. Até o momento, nove casos já foram confirmados, e os animais vão ter que ser sacrificados, de acordo com o jornal O Povo. A origem da peste suína clássica na propriedade e vínculos epidemiológicos serão investigados.  

O local onde estava os porcos foi interditado pelo serviço veterinário estadual, representado pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri). De acordo com o ministério, a peste suína clássica não é transmitida para seres humanos e não compromete a manutenção das zonas que são livres de peste suína clássica reconhecidas no Brasil e nem em restrições ao comércio internacional de suínos e seus produtos.

O que é a peste suína clássica?

Também conhecida como febre suína ou cólera dos porcos, a peste suína clássica é uma doença altamente contagiosa, que afeta somente porcos e javalis. Caso sejam infectados, os animais podem sofrer morte súbita mesmo sem apresentar nenhum sintoma como febre alta, perda de apetite, letargia e hemorragias. Não há vacina para a doença.

Vale afirmar que a cidade de Marco, onde foi descoberto o registro do foco de peste suína clássica, fica fora da zona reconhecida como livre da peste suína clássica pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.