DOENçA

Estudo diz que um a cada 10 idosos no Brasil faz uso abusivo de bebida alcoólica; saiba os riscos à saúde

A pesquisa apontou que os brasileiros acima de 60 anos consomem várias doses de bebida alcoólica em uma única ocasião

Estudo diz que um a cada 10 idosos no Brasil faz uso abusivo de bebida alcoólica; saiba os riscos à saúde

Cerca de dois milhões de idoso no Brasil fazem o consumo abusivo de bebida alcoólica - Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

Com informações do Correio Braziliense

Um estudo da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), divulgado nesta quinta-feira (21), aponta que um em cada 10 idosos no Brasil faz uso abusivo de bebida alcoólica. De acordo com os dados da pesquisa, cerca de 2 milhões de brasileiros acima de 60 anos consomem várias doses em uma única ocasião. Essa fato representa que o consumo é abusivo, e o número contabiliza 6,7% dos idosos de todo o Brasil.

Além disso, cerca de 1,16 milhão de idosos (3,8%) têm o hábito de ingerir bebida alcoólica entre 7 e 14 doses por semana, sendo de um a cada quatro (23,7%) dos idosos maiores de 60 anos dizem consumir de bebida alcoólica. A partir dos 70 anos, o consumo de bebida alcoólica diminui, principalmente entre as mulheres.

A região Sudeste é o local que tem mais idosos com o consumo de bebida alcoólica. Ao todo, foram analisados 5.432 brasileiros com mais de 60 anos. Os dados coletados com 503 idosos atendidos em Unidades Básicas de Saúde (UBS) de São José dos Campos também foram usados no estudo da Unifesp.

Complicações à saúde

O Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (Cisa) aponta que o uso frequente e excessivo de bebida alcoólica na terceira idade pode aumentar os riscos de complicações de saúde e também em relação às mortes.

De acordo com o IBGE de 2018, conforme a apuração do Correio Braziliense, os brasileiros mantém a tendência de envelhecimento da população e o Brasil ganhou 4,8 milhões de idosos (com 60 anos ou mais) de 2012 a 2017, chegando a 30,2 milhões de idosos em todo o país.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.