lembrança

Entenda por quê a cantora Marília Mendonça não terá missa de 7° dia


Considerada a 'Rainha da Sofrência', Marília Mendonça morreu aos 26 anos de idade

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 10/11/2021 às 20:09
Reprodução/Vídeo
FOTO: Reprodução/Vídeo
Leitura:

O dia 12 de outubro (próxima sexta-feira) marca uma semana da morte de Marília Mendonça e outras quatro pessoas em um acidente aéreo em Piedade de Caratinga, que fica no Interior de Minas Gerais.

A tragédia chocou o Brasil e a música sertaneja. A despedida da cantora aconteceu no último sábado (06), em um velório aberto ao público em um ginásio na cidade de Goiânia, capital de Goiás.

Já o enterro da sertaneja foi reservado para familiares e amigos.

Um detalhe que pegou muita gente de surpresa é o fato de não haver missa de sétimo dia em homenagem à Marília Mendonça.

O motivo é que ela e o tio, Abicieli Silveira Dias Filho, também vítima fatal do acidente aéreo, eram evangélicos, e por isso a cerimônia não será celebrada pela família da cantora sertaneja.

Em relação ao produtor Henrique Ribeiro, o seu corpo dele foi velado e sepultado em Salvador (BA).

A pedido da família, uma missa de sétimo dia será celebrada nesta quinta-feira (11) em Goiânia, onde ele morava. O evento será aberto ao público.

Não foram divulgadas informações sobre celebrações ao piloto Geraldo Martins de Medeiros e ao co-piloto, Tarciso Pessoa Viana, que estão entre as cinco vítimas fatais do acidente de avião com Marília Mendonça.

Testemunha do acidente de avião

As imagens da câmera de segurança de uma casa em Caratinga (MG) mostram o momento em que um casal assiste à queda da aeronave que transportava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas.

A dona do imóvel prestou depoimento ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) sobre o acidente.

Segundo a dentista Rossana Bortot, o avião estaria emitindo um barulho incomum. Além disso, teria feito uma curva e balançado no ar, de modo que a asa lateral, não o bico da aeronave, teria colidido com o chão.

A testemunha ainda relatou o forte cheiro de combustível. "Parecia um helicóptero misturado com avião, mas com lata batendo", relatou.

Possíveis causas do acidente

Em entrevista ao programa Por Aqui, da TV Jornal, o comandante Jackson, falou sobre as possíveis causas do acidente aéreo que resultou na morte da cantora Marília Mendonça, com apenas 26 anos, e de outras quatro pessoas no dia 05 de novembro.

O piloto tem mais de 38 mil horas de voo e mais de 55 anos no ramo da aviação.

> 'Trocaria qualquer coisa para não ter que ficar pegando avião', disse Marília Mendonça exatos dois anos antes de morrer

''Era uma aeronave boa e qualificada no mundo inteiro. Ela é difícil de ser substituída pelas características que têm de pouso e decolagens em pistas curtas e muita potência", , afirmou o comandante Jackson.

Ele continua: "É um modelo de aeronave muito seguro. O avião estava com boa manutenção, era operado por um piloto competente e aeródromo é habilitado. É muito prematuro fazer uma análise do acidente".

"O que dá para perceber é que um dos motores tinha um cabo de para-raio. O piloto dificilmente enxergaria. Esse cabo está enrolado na hélice de um dos motores''.

Mais Lidas