polêmica

Mafalda e Chico Buarque retirados de questões das provas do Enem? Entenda


O corte foi feito pela comissão montada pelo então presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues, a pedido do presidente Jair Bolsonaro.

TV Jornal
TV Jornal
Publicado em 20/11/2021 às 11:17
Montagem/Reprodução
FOTO: Montagem/Reprodução
Leitura:

Com informações do Exame.

Criada pelo cartunista argentino Quino, a personagem Malfada é um clássico nas citação em questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), assim como Chico Buarque, figuras importantes no movimento contra a ditadura militar. 

Os dois exemplos são comumente vistos nas questões de língua portuguesa e ciências humanas, especialmente história. Entretanto, na edição de 2019 da prova, eles foram cortados, justificando "polêmica desnecessária".

O corte foi feito pela comissão montada pelo então presidente do Inep, Marcus Vinícius Rodrigues, a pedido do presidente Jair Bolsonaro.

As questões polêmicas do Enem

Em uma das perguntas retiradas do ENEM, a personagem Mafalda se dirige à mãe e diz:

“Sabe, mamãe, eu quero ir para o jardim de infância e estudar bastante. Assim, mais tarde não vou ser uma mulher frustrada e medíocre como você!”

A mãe fica desolada e Mafalda sai andando, feliz. “É tão bom confortar a mãe da gente!”

>> Quais temas podem cair no Enem 2021? O que pode ou não levar no Enem 2021? Qual caneta usar no Enem 2021? Veja respostas

Além desse caso, também foram cortados uma canção de Chico Buarque (não se sabe qual) e um poema de Paulo Leminski. Ambos faziam referência à ditadura militar.

Uma das questões citava o poema “Maio 1964”, escrito por Ferreira Gullar, de acordo com reportagem de Luigi Mazza, na revista Piauí, sobre o Enem.

Mais Lidas