dinheiro

O que falta para as parcelas de R$ 400 do Auxílio Brasil serem mantidas? Saiba e entenda o motivo

A PEC dos Precatórios, ligada aos pagamentos do Auxílio Brasil, foi aprovada em segundo turno no Senado

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 02/12/2021 às 16:46
Notícia
WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO
Plenário do Senado - FOTO: WALDEMIR BARRETO/AGÊNCIA SENADO
Leitura:

O plenário do Senado aprovou, nesta quinta-feira (02), o texto-base de PEC dos Precatórios, que adia o pagamento das dívidas da União da reconhecidas pela Justiça e viabiliza a manutenção do pagamento das parcelas de R$ 400 do Auxílio Brasil. A aprovação aconteceu em segundo turno, por 61 votos a 10. No entanto, por causa de algumas mudanças no texto, o projeto sobre o Auxílio Brasil retorna à Câmara dos Deputados para mais uma análise. 

 Vale lembrar que, por ser uma Proposta de Emenda Constitucional, nesse caso ligada ao Auxílio Brasil, sempre é preciso ser votada em dois turnos. O único destaque (sugestão de alteração no parecer) apresentado foi rejeitado. O relator, Fernando Bezerra (MDB-PE), precisou fazer alterações no parecer para conseguir apoio dos senadores.

Pagamentos do Auxílio Brasil

O governo quer tentar pagar os R$ 400 do Auxílio Brasil até 23 de dezembro. A ideia é começar os primeiros repasses ainda em 10 de dezembro, avançando até o último dia útil antes do Natal. Apesar do curto prazo, dificultado ainda por causa dos festejos natalinos, o governo conta com a menor burocracia para o pagamento do Auxílio Brasil, ao contrário do que ocorreu com os repasses do auxílio emergencial.

 

Saiba se tem direito ao Auxílio Brasil

Auxílio Brasil terá três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário arranje um emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas ou em competições científicas e acadêmicas. As famílias em extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 100 por pessoa, e em situação de pobreza, com renda entre R$ 100,01 e R$ 200 por pessoa. Para os beneficiários da segunda categoria, somente receberão o Auxílio Brasil as famílias com gestantes ou filhos com até 21 anos incompletos.

Comentários

Mais Lidas