LUTO

Menina de 5 anos morre após receber alta de UPA em Jaboatão dos Guararapes; família denuncia negligência


A criança morreu em casa, segundo a mãe. O SAMU foi acionado, mas ela morreu antes de chegar no hospital

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 03/01/2022 às 16:52
Notícia
Reprodução: Arquivo Pessoal
Família denuncia negligência da UPA. - FOTO: Reprodução: Arquivo Pessoal
Leitura:

Uma menina de 5 anos de idade morreu após receber alta da Upa de Barra de Jangada, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. 

De acordo com familiares, Stefany Maria Andrade Silva era uma criança saudável, que chegou à unidade com intoxicação alimentar, na noite deste domingo (2). Ela recebeu injeções e foi liberada. 

"A enfermeira aplicou as duas injeções nela, no braço. Uma era dipirona, para dor. A outra injeção, não explicaram o que era.", disse a mãe da garota, Alexandra Maria de Andrade.

Porém, ao chegar em casa, a garota piorou. Apareceram manchas no corpo dela. O SAMU foi acionado, mas ela morreu antes de chegar no hospital. 

"Minha filha estava normal até eu sair de lá. Quando eu desci do ônibus para ir para casa, percebi ela diferente. Ela ficou com os pés dobrando. Ficou escura, roxa e com as manchas maiores. Chamei meu genro e falei que ela estava morrendo. Vi a língua dela enrolando. Levamos ela pra cama, ela vomitou, estava toda roxa. Ela disse que me amava e faleceu em casa. Já saiu morta para a UPA, com o SAMU", contou a mãe. 

O pai dela, o ajudante de pedreiro, Paulo César da Silva, acredita que possa ter ocorrido negligência médica.

Alexandra Maria contou em entrevista à reportagem da TV Jornal que só foi embora porque não tinha sido alertada pelos médicos de que a pequena ainda apresentava algum risco, mesmo após ter sido medicada.

O que disse a UPA sobre a morte da menina?

Em nota, a coordenação da UPA de Barra de Jangada explicou que, antes de chegar na unidade de saúde, a criança tinha sido medicada em casa.

A coordenação esclareceu ainda que a menina recebeu alguns remédios, e que depois a mãe recusou a hidratação e a consulta de reavaliação e decidiu ir embora.

Ainda segundo a nota, a mãe só retornou por volta da meia noite com a filha já em parada cardiorrespiratória e que foram feitas várias tentativas de reanimação, mas que a garotinha acabou morrendo cerca de meia hora depois.

Velório e sepultamento da menina de 5 anos

O velório da pequena Stefany foi realizado em uma igreja missionária, em Ponte dos Carvalho. Já o sepultamento foi no Cemitério Santo Estevão, também em Ponte dos Carvalhos. 

Comentários

Mais Lidas