POLÍCIA

Professor e sargento do Exército assedia sexualmente aluna de 14 anos em colégio militar e é expulso


Militar também enviou mensagens com conteúdo amorosos para a adolescente

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 13/01/2022 às 15:06
Notícia
Reprodução / Primeiro Impacto SBT
Militar também enviou mensagens com conteúdo amorosos para a adolescente - FOTO: Reprodução / Primeiro Impacto SBT
Leitura:

Um sargento do exército, também professor de um colégio militar em Brasília, foi expulso da corporação e condenado a quatro anos de prisão após beijar uma aluna de 14 anos. O Superior Tribunal Militar aponta que o sargento era professor de música e usou da função para assediar a jovem.

Ainda de acordo com a ação, o militar chegou a assediar a adolescente sexualmente, prolongando o tempo de intervalo das aulas e enviando mensagens com conteúdos amorosos.

Sargento é expulso de corporação ao assediar menina de 14 anos

A acusação reúne conversas do WhatsApp, cartas e depoimentos de amigas e confidentes da vítima, que passou a ter comportamento depressivo.

O professor nega ter beijado a aluna, mas afirma ter lhe encaminhado mensagens com o intuito de ajudar no diagnóstico de depressão. Os argumentos do profissional da educação não foram aceitos pelos juízes.

Uma psicóloga responsável pelo atendimento da estudante afirmou que a narrativa da garota foi objetiva e íntegra, demonstrando verdade.

Na sentença, uma juíza federal da Justiça Militar da União citou que as provas foram aptas desde o início. Ainda cabe recurso da decisão.

Comentários

Mais Lidas