covid-19

Covid-19: Recife divulga dias, horários e locais para vacinação de crianças; confira


Um esquema para vacinar crianças com idades de 5 a 11 anos foi montado pelo município

Bruna Oliveira
Bruna Oliveira
Publicado em 13/01/2022 às 19:47
Notícia
RICHARDSON MARTINS/SESAU
O imunizante que será utilizado para vacinar crianças é o da Pfizer - FOTO: RICHARDSON MARTINS/SESAU
Leitura:

A Prefeitura do Recife divulgou, nesta quinta-feira (13), um esquema para vacinar crianças com idades de 5 a 11 anos contra a covid-19. A cidade espera a liberação das doses enviadas pelo Governo Federal a Pernambuco.

Segundo a gestão municipal, a vacinação irá acontecer em locais específicos para a faixa etária e irá começar pelas crianças com doenças neurológicas crônicas e com distúrbios do desenvolvimento neurológico, com prioridade para Síndrome de Down e Autismo.

>> Teste de Covid-19: confira como realizar o teste de forma gratuita em diferentes capitais do Brasil

Diante disso, é importante que pais e responsáveis fiquem atentos para realizar o cadastro no Conecta Recife.

O prefeito João Campos visitou o espaço no Sest/Senat, na Avenida Beberibe, onde funcionará um dos centros de vacinação que atenderá as crianças.

“A gente está pronto, estrutura toda organizada, assim que chegar a vacina, nós vamos começar a vacinação. Iremos fazer um movimento diferente do que o que foi feito nas aberturas anteriores para pessoas com comorbidades. Já está disponível no Conecta Recife o modelo de laudo que deve ser apresentado”, esclareceu João Campos.

Crianças com Síndrome de Down não precisam apresentar o atestado comprovando a síndrome. Para vacinação de criança de maneira geral, não será exigido nenhuma autorização ou exigência médica.

De acordo com o prefeito do Recife, os centros de vacinação de crianças entre 5 e 11 anos serão exclusivos para vacinação desse público. 

Dias e horários de vacinação

No Recife, a vacina será aplicada de domingo a domingo, das 7h30 às 18h30, sendo necessário fazer o agendamento pelo site do Conecta Recife ou aplicativo do Conecta Recife, em centros exclusivos voltados para a vacinação de crianças.

O imunizante que será utilizado é o da Pfizer, o único aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até agora para o público infantil. Não será exigida prescrição médica.

Pontos de vacinação

A vacinação das crianças será realizada em pontos específicos para esse público. Inicialmente, dois locais estão destinados para aplicação da dose das crianças. São eles: na sede do Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat), na entrada pela rua Dalva de Oliveira, 115, em Porto da Madeira, e na UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), próximo à Casa do Estudante, na Cidade Universitária.

Serão duas doses da vacina da Pfizer, com intervalo de oito semanas entre elas. A dose do imunizante para as crianças é menor do que para os adultos. Cada dose terá 0,2ml (equivalente a 10 microgramas). Para evitar qualquer falha na aplicação e facilitar a identificação pelas equipes de vacinação, o frasco da vacina para as crianças tem tampa laranja.

Comprovação de comorbidade

Para comprovar a condição de comorbidade, é obrigatório anexar, durante o agendamento, um laudo ou declaração informando a comorbidade. Nesse primeiro momento, será aceita - como documento comprobatório de comorbidade ou transtornos do desenvolvimento - uma declaração, em modelo fornecido pela Secretaria de Saúde do Recife (disponível no Conecta Recife), que deve ser preenchida e assinada por médico, ou laudo médico que contenha uma das comorbidades e/ou transtornos elencados com o respectiva Classificação Internacional de Doenças (CID) da doença/condição.

Os documentos anexados no Conecta Recife também devem ser levados no dia agendado para vacinação. A declaração ou o laudo precisam ser originais e ficarão retidos no local. Apenas as crianças com síndrome de down estão isentas da declaração, tendo em vista que a informação poderá ser autorreferida.

É preciso que os pais ou responsáveis estejam presentes, para manifestar a sua concordância com a vacinação, munidos de documento de identificação do adulto e da criança, além do comprovante de residência no Recife.

Em caso de ausência de pais ou responsáveis, a vacinação deve ser autorizada por um termo de consentimento por escrito. Para esses casos, além do termo de autorização, a pessoa que for acompanhar a criança deve levar documento que comprove a relação de parentesco, bem como o documento da criança e o comprovante de residência.

Cartão de vacinação especial

O cartão de vacinação para o público infantil será especial. Além disso, haverá a entrega de um Certificado de Criança Super Vacinada, uma forma de estimular a garotada na hora da aplicação da vacina. No Certificado, o MC Gotinha utiliza uma capa de super-herói.

De acordo com o Ministério da Saúde, com base no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a estimativa populacional no Recife, de pessoas entre 5 e 11 anos, é de 159.558 mil crianças. Desse total, até agora 40.261 estão cadastradas nessa faixa etária no Conecta Recife, segundo a prefeitura.

É válido lembrar que o cadastro é fundamental para que a gestão possa continuar o planejamento da imunização deste público. No ato do cadastramento, devem ser anexados comprovante de residência no nome dos pais ou responsáveis, documentação da criança ou adolescente, do pai ou responsável, além de documento comprobatório de filiação ou tutela.


Comentários

Mais Lidas