CRIME

Vazam fotos íntimas de Margarida Corceiro, namorada de João Félix, atacante do Atlético de Madrid


Suspeita é de que um ex-namorado da modelo e atriz Margarida Corceiro tenha compartilhado as imagens

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 23/03/2022 às 17:09
Notícia
Foto: Reprodução.
O jogador não se pronunciou sobre o ocorrido, mas chegou a divulgar o nome e a conta do Instagram do suspeito. - FOTO: Foto: Reprodução.
Leitura:

Margarida Corceiro, atriz e modelo portuguesa namorada do atacante João Félix, do Atlético de Madrid, se pronunciou nas redes sociais após ter fotos íntimas vazadas na internet.

A suspeita é de que um ex-namorado dela tenha compartilhado as imagens.

O jogador não se pronunciou sobre o ocorrido, mas chegou a divulgar o nome e a conta do Instagram do suspeito.

De acordo com a imprensa portuguesa, as fotos de Margarida são de quando a modelo tinha apenas 15 anos.

Veja o pronunciamento de Margarida Corceiro:

"Voltar aqui depois de tudo o que se tem dito sobre mim e sobre a minha imagem não é fácil, mas cá estou. Que sirva de ponto final para outros casos e que vos ajude a perceber a gravidade da situação. Quero que imaginem, quero que calcem os meus sapatos - meus e de todas as pessoas a quem isto já aconteceu. Imaginem estar tranquilos na vossas casas ou no vosso trabalho e encontrarem uma imagem que dizem ser vossa a circular pela Internet.

O meu telefone parou e eu parei com ele. Mesmo estando habituada a ter o meu nome 'a concurso' e dezenas de mentiras diárias a circular sobre mim - que algumas até me fazem rir muito - desta vez não deu para rir. Garanto-vos que não me ri com as mensagens que recebi de pessoas com histórias semelhantes e que, por isso, só queriam desaparecer e pôr termo à vida. Não me ri com histórias de pessoas que acabaram mesmo por fazê-lo por verem a sua intimidade completamente violada e partilhada, vezes e vezes sem conta.

Recordo, tudo porque alguém decidiu fazer uma partilha. Garanto-vos que deste lado fiquei muito surpreendia pela negativa, por saber que dar corpo a um monstro está nas nossas mãos e que muitos escolheram alimentá-lo e continuar a corrente sem nunca pensarem no impacto que pode estar a ter na vida de alguém".

Comentários

Mais Lidas