Confusão

VÍDEO: motorista quebra faróis de ônibus em Olinda durante briga no trânsito

Condutor do veículo particular usou uma chave de roda para quebrar os faróis do ônibus em Olinda

Humberto Cassimiro
Humberto Cassimiro
Publicado em 03/05/2022 às 18:45
Notícia
Reprodução / TV Jornal
Discussão começou após o motorista do carro alegar que o ônibus havia batido no veículo - FOTO: Reprodução / TV Jornal
Leitura:

Com informações da repórter Cinthia Ferreira, da TV Jornal

O motorista de um carro destruiu os faróis dianteiros de um ônibus durante uma discussão no trânsito em Olinda.

A confusão começou no encontro da Avenida Presidente Kennedy com a Estrada de Caenga. O motorista do ônibus fez uma conversão no sentido Águas Compridas normalmente.

Por ser um giro muito fechado para os ônibus, o motorista do carro, que estava estacionado próximo ao cruzamento, precisou dar ré para o ônibus passar.

O coletivo seguiu viagem, mas o motorista do carro fez a volta e foi atrás do ônibus.

MOMENTO DA CONFUSÃO FOI REGISTRADO EM VÍDEO

De acordo com o rodoviário, que prefere não se identificar, o homem desceu do carro dizendo que o ônibus tinha batido nele.

O motorista então havia pedido R$ 200 ao rodoviário, que não possuía o dinheiro mas que diz ter oferecido acionar a supervisão da empresa de ônibus para resolver a situação.

"Ele disse 'já que você não quer resolver do seu jeito, eu vou resolver do meu'. Aí ele abriu o porta malas dele, pegou a chave de roda e começou", narra o motorista do ônibus.

No vídeo, é possível ver ele quebrando o farol dianteiro do coletivo com uma chave de roda. Ele usa a mesma ferramenta para destruir o outro farol do ônibus.

RODOVIÁRIO REGISTROU BOLETIM DE OCORRÊNCIA

O motorista do ônibus procurou na manhã desta terça-feira (3) a delegacia de Peixinhos para registrar um boletim de ocorrência.

De acordo com Genildo Pereira, assessor de imprensa da Associação dos Rodoviários de Pernambuco, essa violência no trânsito tem sido rotina na vida dos motoristas do transporte coletivo.

"A gente pede até para alguns operadores que, nestes casos, prestem queixas, façam boletins de ocorrência, tentem pegar as placas dos veículos que consequentemente vamos identificar quem são esses agressores para que eles possam responder pelos atos deles", explica.

Em março, um empresário bateu em um ônibus de transporte complementar, ameaçou o motorista e ainda atropelou uma pessoa na calçada, no bairro das Graças, no Recife.

Comentários

Mais Lidas