CASO KLARA CASTANHO

KLARA CASTANHO: Hospital que prestou atendimento nega acesso a prontuário da atriz para investigação; entenda

Após ser vítima de estupro, Klara Castanho gerou a criança e fez uma entrega direta para adoção - procedimento garantido por lei e teve caso vazado

Catêrine Costa
Catêrine Costa
Publicado em 05/07/2022 às 14:32
Notícia
Instagram/Reprodução
Klara Castanho precisou publicar uma carta aberta para expor momentos difíceis em sua vida. Atriz foi estuprada - FOTO: Instagram/Reprodução
Leitura:

Na última segunda-feira (4), o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP) informou que pediu o prontuário de atendimento da atriz Klara Castanho ao hospital onde foi atendida, para investigar o vazamento de informações sigilosas da jovem, mas que a unidade de saúde negou o acesso ao documento.

O motivo seria pela necessidade de autorização prévia da paciente, conforme resoluções do Conselho Federal de Medicina (CFM) e o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem preveem, informou o Coren. 

>> VEJA TAMBÉM:  O que aconteceu com KLARA CASTANHO? O que disse André Valadão, Priscilla Alcântara e Sarah Sheeva sobre carta aberta da atriz? Saiba mais

"Para orientação quanto aos procedimentos para encaminhamento de apuração da conduta dos profissionais de enfermagem que a tenham atendido ou de autorização para acesso ao prontuário", disse em comunicado. 

ENTENDA O CASO

Após ser vítima de estupro, Klara Castanho gerou a criança e fez uma entrega direta para adoção - procedimento garantido por lei.

.

O caso ganhou repercussão após profissionais de saúde que atenderam a atriz vazarem as informações, violando, assim, o direito ao sigilo.

A atriz publicou uma carta aberta sobre o assunto nas redes sociais no último dia 25 de junho. 

*Com informações do SBT

Comentários

Mais Lidas