HISTóRIA DE VIDA

Após apelo, homem que morou 7 anos no Aeroporto consegue emprego

Apesar da boa notícia, o homem ainda precisa de ajuda para se manter durante este primeiro mês na cidade. Veja como ajudar Seu Zeca

Após apelo, homem que morou 7 anos no Aeroporto consegue emprego

Homem é natural de Itambé - Foto: Reprodução/TV Jornal

Na última semana, O Povo na TV mostrou a história de José Batista, de 59 anos, que por sete anos morou no Aeroporto do Recife por não conseguir um emprego e não ter condições de pagar uma moradia. Após o apelo, um empresário de Itambé, cidade natal do Seu Zeca, se comoveu com a situação dele e ofereceu a ele um emprego de vigilante em uma casa funerária.

Apesar da boa notícia, o homem ainda precisa de ajuda para se manter durante este primeiro mês na cidade. Para ajudar, entre em contato com ele pelo telefone 99465-8540.

Confira:

Relembre o caso

Entre os mais de 12 milhões de brasileiros que sofrem com o desemprego,  estava José Batista, de 59 anos. Seu Zeca saiu da cidade natal Itambé, na Zona da Mata de Pernambuco, para procurar uma oportunidade no Recife. Sem sucesso, desde 2012, ele dorme no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre, na Imbiribeira, na Zona Sul. Após a divulgação da sua história, José Bastita conseguiu uma oportunidade de trabalho em Itambé. Ele vai trabalhar como vigilante em uma casa funerária. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.