PRISãO

Psicólogo preso por tentativa de homícidio em hotel tem histórico de agressão, diz polícia

Os crimes envolvendo o psicólogo continuam sendo apurados

Psicólogo preso por tentativa de homícidio em hotel tem histórico de agressão, diz polícia

O psicólogo suspeito de agredir a ex-esposa e atirar em dois funcionários de um hotel, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, se entregou à polícia nesta segunda-feira (16), acompanhado da mãe e do advogado, no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ele irá cumprir mandado de prisão temporária por três tentativas de homicídio.

A delegada à frente das investigações esclareceu que outros crimes que teriam sido praticados pelo psicólogo continuam sendo apurados: injúria e agressão contra a ex-esposa e também tentativa de latrocínio.  No dia 4 de dezembro, o psicólogo estava com a ex esposa e o filho, hospedado em um hotel, no bairro de Boa Viagem. A mãe e a criança, que moram na cidade de Guarabira, na Paraíba, vieram ao Recife para um exame médico do bebê.

Relembre o caso

Segundo a polícia, o psicólogo teria bebido e começado as agressões. Os dois funcionários do hotel foram ao local para checar o que acontecia e foram baleados. Ele ainda teria pego o carro de um casal e atirado contra eles.

Outros casos

Ainda de acordo com a polícia, em 2018, outra ex-companheira do psicólogo solicitou uma medida protetiva contra ele. O caso foi em Salvador, na Bahia.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.