problemas

Família enfrenta ''batalha'' para enterrar menina 11 anos atropelada por caminhão em Olinda

Os parentes estão desesperados para conseguir liberar o corpo e enterrar a garota

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 08/01/2020 às 19:40
Cortesia
FOTO: Cortesia
Leitura:

Uma menina de 11 anos, identificada como Jamily Gabriela Julião, morreu após ser atropelada por um caminhão em Olinda, no Grande Recife. O caso aconteceu na última segunda-feira (06) e, desde então, a família tentam insistentemente a liberação do corpo da garota no Instituto Médico Legal (IML). De acordo com parentes, o problema é a falta de documentação da mãe de Jamily e também da própria vítima.

>>>Menina de 11 anos morre após ser atropelada por caminhão em Olinda<<<

>>>Menina atropelada por caminhão em Olinda é enterrada como ''desconhecida''<<<

Em busca da documentação

Ainda segundo os familiares, ambas não possuem identidade e foi preciso recorrer à Justiça, entre Defensoria Pública e Fórum de Olinda, para ter o direito de enterrar a menina. A família busca também solicitar uma declaração do IML para comprovar que o corpo de Jamily está no local.

A avó da criança revelou que há 6 anos solicitou à Justiça o registro da filha e da neta, mas a decisão definitiva nunca saiu. Os parentes esperam conseguir a liberação do corpo do Jamily ainda nesta quarta-feira (08).

Nota do TJPE

O Tribunal de Justiça de Pernambuco disse por nota que o processo se encontra em segredo de justiça e que para tirar dúvidas ou qualquer questionamento sobre o andamento do processo é possível consultar diretamente a vara onde está a ação, ou entrar em contato com a ouvidoria.

Notícias policiais da TV Jornal

Quer ficar acompanhando as notícias policiais da TV Jornal? Você pode ter acesso rápido a todas elas no nosso grupo, no Facebook. Acesse aqui o grupo Notícias Policiais TV Jornal.

+VÍDEOS