ASSASSINATO

Com revolta e gritos de justiça, maquiador é enterrado em Moreno

Familiares e amigos percorreram cerca de dois quilômetros para prestar homenagens no velório de henrique

Com revolta e gritos de justiça, maquiador é enterrado em Moreno

Henrique Antonio Alves de Deus tinha 24 anos e trabalhava como maquiador - Foto: Luisi Marques/TV Jornal

Com informações de Marcela Maranhão

O cortejo do corpo do maquiador Henrique Antônio Alves de Deus, de 24 anos, comoveu a cidade de Moreno, na Região Metropolitana do Recife. Familiares e amigos lotaram as ruas e percorreram pouco mais de dois quilômetros e prestaram homenagens até o enterro do jovem, nesta quarta-feira (22), no Cemitério Público Morada das Verdes Colinas. Durante o percurso, o sentimento de revolta e pedidos por justiça estavam presentes. 

>>>"Entrei em choque", conta tia do maquiador ao encontrar corpo decapitado<<<

Prisão dos suspeitos

Dois homens foram presos e um adolescente de 17 foi apreendido. Eles são suspeitos de envolvimento no assassinato. Um dos homens é primo da vítima. Uma mulher de 22 anos, que era amiga de Henrique, foi presa na manhã após o crime e confessou que atraiu o maquiador para o local onde ele foi assassinado. Bárbara Mirelli Nunes Santos explicou que atraiu o maquiador para o local porque tinha uma dívida de droga com o primo da vítima, um dos suspeitos.

Relembre o caso

O assassinato aconteceu na madrugada da terça-feira (21). Henrique foi decapitado e teve o órgão sexual decepado, além de ser atingido por 59 facadas. Segundo as investigações, Henrique foi morto porque estaria repassando informações para a polícia sobre a atuação de criminosos na região.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.