CAMPANHA NACIONAL DE VACINAçãO

Veja onde se vacinar contra gripe sem sair do carro no Recife

A vacinação contra a gripe não é eficaz contra o coronavírus, mas é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas durante a triagem e acelerarem o diagnóstico para a COVID-19

Veja onde se vacinar contra gripe sem sair do carro no Recife

Recife faz Campanha de Vacinação contra Gripe em pontos de drive thru - Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

 

A vacinação contra gripe continua nesta sexta-feira (03) na capital pernambucana. Os idosos podem se proteger em dois pontos de drive thru, exclusivos. Para os profissionais de saúde, a vacinação também acontece nas cerca de 150 unidades de saúde da Prefeitura do Recife. A Secretaria Municipal de Saúde conta com mais de 15 mil doses que sobraram da remessa de 35 mil enviadas pelo Ministério da Saúde (MS) nesta semana. A vacinação é realizada das 8h às 17h.

Sem sair do carro

Para evitar aglomeração e não permitir que os idosos se exponham em ambientes onde circulam pessoas doentes, como as unidades de saúde, a Campanha de Vacinação da capital pernambucana está concentrada em dois drive thrus, mas com mudança de lugar de um dos pontos. Mais uma vez, a vacinação para os idosos é realizada no RioMar Recife, no Pina (em frente ao Diagmax), e o novo ponto será na Avenida Beberibe, em frente ao Estádio do Arruda. Os pontos de vacinação são fruto de parcerias com o Grupo JCPM e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PE), respectivamente, e permitem que a população com mais de 60 anos não precise descer do veículo para receber vacina.

Trabalhadores de saúde

Os trabalhadores da área de saúde continuarão sendo imunizados nas cerca de 150 unidades de saúde com sala de vacina, para separá-los do público com mais de 60 anos. A lista com os endereços está disponível no site da Prefeitura do Recife (www.recife.pe.gov.br). Para receber a vacina, os trabalhadores devem levar, além da carteira de vacinação e um documento de identificação, comprovante laboral, como crachá ou carteira de trabalho, por exemplo.

Cobertura

Nessa quinta-feira (2), foram imunizadas cerca de 20 mil pessoas, somando quase 195 mil pessoas vacinadas desde o último dia 20 - quase 80% do público-alvo da primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe, que vai até o próximo dia 15. Somente nos drives montados na Avenida Abdias de Carvalho, em San Martin, e no Shopping Recife e RioMar Recife, foram imunizados mais de seis mil idosos nessa quinta.

A Secretaria de Saúde do Recife acredita que a procura dos idosos pela imunização excedeu as expectativas, tanto no Recife como em diversas cidades do País, por causa da pandemia causada pelo novo coronavírus covid-19. No entanto, a Sesau reforça que a vacina contra gripe não previne da covid-19, mas sim de três tipos de vírus Influenza: A H1N1, A H3N2 e B.

Outras etapas

Dividida em três etapas, a Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe deste ano tem como novidade a inclusão das pessoas com deficiência e dos adultos a partir dos 55 anos nos grupos prioritários para imunização. A partir do dia 16 de abril, quando se inicia a segunda fase da campanha anual, serão vacinados os professores de escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas não-transmissíveis e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Na última etapa, entre os dias 9 e 23 de maio, serão imunizadas as crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filho há até 45 dias), adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em cumprimento de medida socioeducativa, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, pessoas com deficiência e adultos de 55 a 59 anos.

Campanha de vacinação e o COVID-19

De acordo com o Ministério da Saúde, a priorização dos idosos na Campanha de Vacinação contra a Gripe, mesmo diante da não eficácia da vacina de Influenza contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas durante a triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid 19. Além disso, o Ministério considera os estudos e dados que apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.