CAMPANHA

Hemope tem 50% de queda no estoque por causa do coronavírus e pede doações de sangue

O Hemope lançou uma campanha para reforçar a necessidade de aumentar o número de doações diárias

Hemope tem 50% de queda no estoque por causa do coronavírus e pede doações de sangue

Para ter prioridade, o doador precisa ligar para o telefone é 0800 081 1535 - Foto: Day Santos /TV Jornal

Devido a pandemia do novo coronavírus, os estoques de sangue do Hemope caíram. Com isso, uma campanha está reforçando a necessidade de aumentar o número de doações diárias. Para evitar aglomerações, algumas adaptações e ajustes necessários para garantir a segurança dos doadores de sangue foram adotadas no local. Para ter prioridade, o doador precisa ligar para o telefone é 0800 081 1535. 

Queda

Mesmo com todos os cuidados e serviços para facilitar o ato da doação, os estoques do Hemope sofreram uma baixa de 50% neste período de pandemia.

Quem pode doar

Os critérios de doação continuam os mesmos. Podem doar sangue pessoas que tenham entre 18 e 60 anos, tenham dormido bem, não tenham consumido bebida alcoólica, nas últimas 12 horas antes da doação, e estejam bem de saúde. Também é necessário trazer um documento oficial com foto. Os menores de 18 e maiores de 60 estão sendo poupados por causa do vírus. 

Horário e endereço

Segunda-feira a sábado e feriados: 07h15 às 18h30

Endereço: Rua Joaquim Nabuco, 171 - Graças, Recife - PE

Ajuda

Para reforçar a campanha do Hemope, uma empresa de alimentos vai doar 500 produtos a um programa social do Sesc,a cada bolsa de sangue coletada no hemocentro.

Covid-19 em Pernambuco

Nesta quinta-feira (07), a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) confirmou, 943 novos casos de Covid-19 em Pernambuco. Entre os confirmados, 329 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 614 são casos leves. Agora, Pernambuco totaliza 10.824 casos já confirmados, sendo 6.302 graves e 4.522 leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 42 óbitos. Com isso, o Estado totaliza 845 mortes pela Covid-19.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.