REUNIãO

Com prejuízos em mais de 100 dias parados, barraqueiros cobram reabertura dos quiosques no Recife

De acordo com os vendedores, os estabelecimentos também têm sido alvos do vandalismo

Com prejuízos em mais de 100 dias parados, barraqueiros cobram reabertura dos quiosques no Recife

Barraqueiros pedem reabertura dos quiosques no Recife - Foto: Foto: Reprodução/TV Jornal

Os barraqueiros que atuam na orla da praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, se reuniram nesta sexta-feira (03) para cobrar à Prefeitura do Recife a reabertura dos quiosques. Há 105 dias parados, além dos prejuízos financeiros, os estabelecimentos também têm sido alvos do vandalismo. Eles também pedem a aprovação de um projeto de requalificação, que abrange a orla de Boa Viagem, Pina e Brasília Teimosa.

Prejuízo

De acordo com a presidente da Associação Brasileira de Captadores de Recurso (ABCR), os 60 quiosques serão requalificados com recursos da iniciativa privada. A categoria aguarda apenas a autorização da Prefeitura do Recife para o início das obras.

Izabel, por exemplo, tem um quiosque na Avenida Boa Viagem há 30 anos. Ela conta que o imóvel já sofreu mais de 40 arrombamentos, sendo nove vezes durante a pandemia do novo coronavírus. Com isso, a estrutura ficou completamente destruída. 

Já Tomé Ferreira, com mais de 50 anos de experiência como barraqueiro de coco, afirmou nunca passou por uma situação tão difícil como a que enfrenta por causa do coronavírus.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.