DENúNCIA

Casal perde bebê recém-nascido e denuncia negligência médica em Jaboatão

O pai do bebê afirmou que a esposa esperou quase 24 horas para poder fazer a cesariana

Casal perde bebê recém-nascido e denuncia negligência médica em Jaboatão

O quarto do bebê já estava pronto e todo decorado - Foto: Fábio Costa/TV Jornal

Com informações de Michael Carvalho

Uma família denuncia negligência médica durante atendimento de grávida. A criança teria morrido 24 horas depois de nascer em um hospital no município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com o pai do bebê, a esposa esperou quase um dia para poder fazer a cesariana. De acordo com os parentes, a criança chegou a ser levada para a emergência do próprio hospital mas não resistiu. 

O marida da grávida ainda afirma que a gestação chegou aos nove meses sem qualquer intercorrência e que a demora do parto custou a vida da filha. Acompanhe a reportagem exibida, nesta terça-feira (28), do programa O Povo na TV. 

Após perder o filho, a esposa ainda se recupera na cirurgia e está na casa da mãe. Enquanto isso, o marido também tenta juntar forças para seguir a vida. As mensagens espalhadas pela casa demonstram a ansiedade do casal pela chegada do primeiro bebê. 

Nota de resposta dos hospitais que atenderam a grávida

A direção da maternidade Padre Geraldo Leite Bastos, primeiro local procurado pela paciente, informa que nas duas vezes em que a mulher foi a unidade de saúde, nos dias 13 e 14 de julho, a equipe médica não observou quadro para o internamento e a orientou para que em caso de perda de líquido, aumento de dor ou sangramento, voltasse ao hospital, mas ela não retornou.

O Hospital Guararapes disse que a paciente e o recém-nascido receberam toda assistência desde a admissão até a alta. Além disso, também informaram que todas as condutas adotadas, inclusive para salvar a vida do bebê, estão balizadas nos mais atuais protocolos em saúde, tanto em obstetrícia quanto em neonatologia. O hospital diz ainda que se solidariza à família pela morte do recém-nascido e se coloca à disposição para esclarecimentos tanto à família quanto aos órgãos competentes.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.