ENTREVISTA

'Eu perdoo quem fez isso com ele', afirma mãe de jovem morto a facadas no metrô do Recife

Em entrevista à TV Jornal, mesmo diante da dor pela morte do filho, a mãe afirmou que perdoa o suspeito

'Eu perdoo quem fez isso com ele', afirma mãe de jovem morto a facadas no metrô do Recife

Jovem de 21 anos foi assassinado a facadas nesta terça-feira (21) em um vagão de um trem do metrô do Recife - Foto: Wilson Silva/TV Jornal

A mãe do dançarino de rua que foi morto a facadas dentro do vagão do metrô do Recife, nesta terça-feira (21), concedeu entrevista à reportagem da TV Jornal, na saída do Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro. Lucicleide Viana, contou que o filho era uma boa pessoa e não tinha desentendimento com ninguém. "Bruno era um amor de pessoa, carinhoso, me dava tanto cheiro... Só queria dançar, somente. Ele ia todos os dias para o metrô trabalhar, para ganhar o pão de cada dia e pagar o aluguel. Tinha uma vida social como qualquer pessoa. Ele nunca falou sobre alguém o ameaçar", disse.

Durante a entrevista, a mãe do jovem também relatou que sempre aconselhava o filho a trabalhar em outro local. "Eu me procurava muito, todo o tempo. Eu pedia para ele sair de lá e ele dizia que era uma arte, que gostava de fazer aquilo", relata a mãe, visivelmente emocionada. Ela ainda descreve como foi a última vez que esteve com o filho: "Como mãe, a gente sente que isso vai acontecer. A última vez que o vi, ele me disse: 'ore por mim'", relatou.

Perdão

Mesmo diante da dor pela morte do filho, a mãe afirmou que perdoa o suspeito. "Não vai adiantar pedir justiça, porque a justiça de Deus não falha, mas as dos homens, sim. Eu perdoo quem fez isso com ele Eu perdoo você, viu, meu filho? Que Deus salve você também", afirmou. De acordo com o delegado Victor do Leite, da Polícia Civil de Pernambuco, o suspeito de cometer o crime, segundo relatos de testemunhas, trabalhava como vendedor ambulante na plataforma. Ainda segundo o delegado, a vítima e o suspeito teriam discutido nessa segunda (20), o que pode ter motivado a ação.

Relembre o caso

O assassinato do dançarino de rua a facadas dentro do vagão do metrô do Recife, nesta terça-feira (21), chocou a população pernambucana. Bruno Henrique dos Santos, de 21 anos, fazia apresentações artísticas no transporte público quando foi atacado e morto, diante de diversos usuários. A mãe do jovem, Lucicleide Viana, contou que o filho era uma boa pessoa e não tinha desentendimento com ninguém.

Nota da CBTU

A CBTU Recife informa que no início da tarde de hoje, 21, foi registrado um homicídio dentro de um trem da Linha Sul do Metrô do Recife. De acordo com as primeiras informações, o crime foi causado por um desentendimento entre dois indivíduos, que não possuem registro de passagem pela polícia.

Devido ao ocorrido, o trem se encontra parado na Estação Antônio Falcão, onde já está presente a polícia científica. A CBTU Recife aguarda a chegada do IML para a retirada do corpo. Por este motivo, a Linha Sul está operando em via singela (quando somente uma via é utilizada pelos trens nos dois sentidos), nas imediações desta estação. Informamos ainda que a estação Antônio Falcão só está aberta para desembarque de passageiros.

Maiores informações com órgãos de segurança pública, que foram acionadas pela CBTU Recife e que se encontram no local fazendo investigação.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.